Por muito meses tivemos a Audi encabeçando o ranking FULLPOWER LAP, as nossas tradicionais voltas cronometradas no Circuito de Interlagos (SP). Eis que em 2016, os alemães perderam o trono para o inglês Jaguar F-Type R, depois o líder passou a ser o Mercedes-Benz AMG GT S e quase na prorrogação de 2016, o Porschão 911 Carrera S entubou todo mundo, fechando o ano com um temporal.

Mas entre tantos rojões, levamos o RS3 Sportback para a pista paulistana e o hatch mostrou sua evolução na prática, tanto no uso diário, quanto no tempo do cronômetro. Com carroceria mais leve – pois usa materiais mais nobres e tem muita rigidez estrutural –, motor cinco cilindros com quase 370 cv e perto de 50 kgfm de torque, a pista ficou curta para o RS3.

RS3-4-1024x576

Mais permissivo que o antigo RS3, deu para desligar tudo e curtir bem no clássico traçado que recebe a Fórmula 1 anualmente. Com o sistema Quattro e eletrônica desligada, sobrou diversão para o piloto William Freire, do Centro Pilotagem Roberto Manzini.

RS3-3-1024x576

BX-Sparco_610x200

RS3-2-1024x576 RS3-5-1024x576