A BMW vem testando em Nürburgring a versão que vai deixar o M2 ainda mais tesão de guiar desde o ano passado. É a CS, versão intermediária entre o regular M2 e o futuro M2 GTS.

A revista Car Maganize apurou mais detalhes sobre a novidade, que aumentam ainda mais o hype sobre ele. A BMW fez um swap de motor no M2 CS: colocou o seis canecos em linha da família S55 do M3 e M4 no lugar do N55 regular do M2. A configuração dos dois motores é parecida, mas o original do M2 tem apenas um turbo com voluta de duplo fluxo, enquanto o S55 tem dois turbos monoscroll paralelos.

A reportagem diz que a troca de motores foi motivada pela maior robustez da família S55 para aguentar a potência mais alta, que deve chegar na casa dos 410 cv e 51 kgfm de torque sob o capô do M2 CS (são 40 cv a mais que o M2 regular).

O M2 CS também vai passar por uma dieta básica, perdendo cerca de 25 kg graças a adoção de mais materiais de alumínio na carroceria (teto e portas), além de vidros mais finos e bancos esportivos, mais leves.

O Porsche 718 Cayman S que se segure, porque quando o M2 CS vier, os alemães da Baviera não vão tá pra brincadeira.