Depois da Audi anunciar que vai entrar de vez na Fórmula E, foi a vez da BMW seguir os mesmos passos. A companhia bávara vai disputar a categoria de corridas de rua a partir da temporada 2018/2019 (a Audi vai começar já na 2017/2018).

O apelo da Fórmula E para a BMW é claro: desenvolver trens-de-força elétricos para aplicação na rua. Afinal, a marca já até tem uma gama específica pra esse tipo de veículo. É a divisão “i”, que hoje conta com o hatch elétrico i3 e o esportivo híbrido i8. Aliás, esses dois modelos participam atualmente da competição, são os carros de apoio dos grandes prêmios.

Por isso faz todo o sentido que a BMW participe da categoria. Ela fornecerá a tecnologia e o suporte técnico para a equipe Andretti Formula E Team.

Com a BMW, a Fórmula E terá cinco grandes fabricantes de automóveis envolvidas na competição: Audi, Jaguar, DS (Citroën) e Renault.