Se você acha que o Fiat 500 Abarth é o máximo que o pequeno pode atingir de maldade, é porque você não foi o que os italianos da Gran Torino Engineering fizeram.

Tá vendo esse 500 alargadão? Então, além da carroceria anabolizada, o carrinho foi equipado com o mesmo motor de 1.750 cm³ de quatro cilindros do Alfa Romeo 4C, mas calibrado pra gerar 354 cv de potência.

Além do motor instalado na parte de trás do carro e acoplado a uma transmissão manual, o 500 da Gran Torino tem tração traseira, freios Brembo com pinças de seis pistões na frente e quatro atrás e uma suspensão do tipo pushrod (igual aos da Fórmula 1, com um braço em cada dupla de triângulos sobrepostos conectado ao chassi) composta por coilovers da Ohlins.

A receita não para por aí não. Essa carroceria adicional dele é feita de fibra de carbono e o carrinho ainda traz entradas de ar maiores, capô exclusivo, asa e rodas de 19” forjadas.

A preparadora vai oferecer 100 unidades do 500 350 GP (como ele foi apelidado). Nesse vídeo aí embaixo, cortesia do canal 19Bozzy92, você ainda pode curtir o ronco nervoso que ele tem!