CARGA MÁXIMA – Acompanhe os processos de fabricação e de controle de qualidade de uma embreagem de competição

tecnica-como-faz-embreagem-fullpower-89-10

O conjunto de embreagem deve transferir o torque gerado pelo motor para a transmissão. Para que isso ocorra, três peças devem estar acopladas: platô, disco e rolamento de embreagem. O platô está ligado ao volante do motor, o disco é encaixado no eixo do câmbio e o rolamento está montado com o garfo de embreagem — trabalha como elo entre o pedal de embreagem e o restante do conjunto.
Em uma troca de marcha, quando o pedal é acionado, o rolamento comprime a mola membrana, no centro do platô, para separar o disco do platô. Quando isso acontece, o câmbio fica desconectado do motor, permitindo a troca. Quanto maior for a carga da mola membrana e o diâmetro da pista — a peça que empurra o disco no volante do motor —, mais torque a embreagem pode suportar.
O coeficiente de atrito do material de contato empregado no disco também influencia no poder da embreagem. Lona, pastilhas de material cerâmico e material composto — que, além do elevado coeficiente de atrito, suporta alta temperatura —, podem ser empregados na fabricação do disco.
À direita, demonstramos como é o processo de fabricação e os testes para controle de qualidade de uma embreagem de alta performance, detalhando seus componentes. Confira.

[nggallery id=104]

 

Texto: Teco Caliendo
Fotos: Fabio Arantes