A Chevrolet confirmou para outubro o início das vendas do Bolt no Brasil. A boa notícia para quem almeja ser um dos primeiros donos do elétrico é que o preço de R$ 175 mil (bastante salgado) permanece inalterado desde o anúncio no Salão do Automóvel, no ano passado. Inicialmente, o modelo será vendido apenas na configuração Premier, topo de linha.

“Não vamos falar em volume ainda, mas apostamos que o Bolt chegará com um pacote bastante competitivo para rivalizar com todos os carros de sua faixa de preço”, afirmou o presidente da GM para a América do Sul, Carlos Zarlenga. “Estamos nos preparando para vender o modelo em toda a nossa rede”, acrescentou.

Importado dos EUA, o Bolt é equipado com um motor 100% elétrico de 200 cv e 36,8 kgfm, capaz de rodar 383 km com uma única carga. O modelo ainda conta com sistema regenerativo que aproveita a energia dissipada em frenagens e desacelerações para alimentar as baterias. A recarga é feita em tomadas convencionais.