Quem reclamava da falta de um ronco de motor nervoso para a atual geração do Honda Civic Si, talvez agora não se queixe mais disso. Na linha 2020 reestilizada, o esportivo passa a ter um emulador de som nos alto-falantes, batizado de Active Sound Control. Lembrou de outro ícone que também faz uso desse artifício? Sim, estamos falando do VW Golf GTI.

Além do ruído artificial, as versões cupê e sedã do Civic Si trazem novidades no câmbio. A caixa manual de seis marchas agora está com o diferencial 6% mais curto para melhorar as acelerações. A Honda, entretanto, ainda não revelou o novo tempo de zero a 100 km/h. O motor do veículo fabricado no Canadá continua sendo o 1.5 turbo a gasolina de 208 cv e 26,5 kgfm.

Na aparência, o facelift do Civic Si foi bem discreto, embora a marca informe que faróis, rodas (de liga leve de 18 polegadas) e para-choque traseiro sejam novos. Na dianteira, a moldura dos faróis de neblina ganhou acabamento preto brilhante com uma barra transversal da cor da carroceria. Já o aerofólio está com vincos mais aparentes e, no painel, há novos contornos vermelhos sobre as saídas de ventilação.

No quesito segurança, o destaque é o Honda Sensing como item de série. O pacote inclui frenagem automática anti-colisão, controle de cruzeiro adaptativo, assistência de faixa e faróis altos automáticos. As vendas do Civic Si 2020 começarão em setembro nos EUA, com preços a partir de 25 mil dólares.