Projeto de som nascido dentro do Bazar FULLPOWER tem qualidade acima da média e opções de visual. Pode ser assim, como nesta foto, ou estilizado, que você confere a seguir!

Nada mais satisfatório do que vender um belo pacote de componentes de uma vez só! Clébio “Binho” dos Santos, dono da instaladora paulistana Carmania, teve esse privilégio ao participar do Bazar FULLPOWER — evento no qual representantes e lojistas jogaram os preços dos acessórios “no chão”! “Já havia feito ótimos negócios ao longo do dia, mas aí chegou o dono desse Civic e levou tudo o que você vê no carro”, conta ele. O “kit” incluiu rodas Tsuya Storm H453, com acabamento Chrome Black e aro 20”, e sistema de som de 5.1 canais!
Com o negócio fechado no sábado, Binho programou com o jovem entusiasta (que prefere não revelar seu nome) para levar o Honda na segunda-feira seguinte à Carmania — o trampo foi finalizado na sexta-feira da mesma semana, pois era o prazo combinado. Binho requisitou três de seus especialistas para executar o trampo: Renato Marques e Victor Pires cuidaram da instalação e Fernando Fernandes ficou com o acabamento.
Uma central multimídia com aspecto original agora comanda a sonzeira do Civic, por toques na tela de 7”. Também é dela que parte o cabeamento Audiophonic com tripla blindagem e vai até o porta-malas, onde a brincadeira fica um pouco mais séria. Como o garotão estava sem dó de investir, Binho sugeriu um par de amplificadores Focal para o sistema, sendo um mono e um estéreo. “Expliquei sobre o potencial dos módulos e ele ficou bem empolgado. Quando escutou o som, viu que fez ótimo negócio.”
Pudera, visto que o estéreo tem quatro canais, divididos entre um par de coaxiais sobre o tampão traseiro e um kit duas vias, nas portas dianteiras. O sub também recebe sinal a todo vapor de um módulo mono Focal Solid, com 300 W RMS — a potência desse ampli pode ser alterada a partir de um controle de ganho remoto.
Além de tudo isso, um canal central incorporou o conjunto, para elevar o envolvimento sonoro. “A ideia partiu de repente, com o som quase finalizado. Já havíamos montado um Civic com canal central no console e isso facilitou o processo”, conta Binho. Um módulo Falcon de dois canais é exclusivo do falante.
Óbvio que a qualidade de áudio do Civic é muito acima da média e o mérito vale igualmente aos instaladores e aos equipamentos aplicados. Assisti a alguns shows no interior da caranga e confesso: o som é limpo, equilibrado, na medida! Mas, será que o acabamento também é impecável? Sem dúvida… Repleto de criatividade, o porta-malas manteve a saída de estepe preservada, como mostra a foto da página ao lado.
Se você acha que essa foi a única artimanha de Fernando, aí vai outra: a caixa dutada, que no início dessa matéria revelava iluminação azul em torno do sub, pode mudar de visual em segundos, adotando uma moldura personalizada. “De fácil fixação, ela é encaixada sob pressão e reduz a iluminação da caixa, deixando apenas um filete brilhante em volta do falante”, conta o especialista. Para o revestimento do compartimento de bagagens, Fernando abusou do velho conhecido carpete, pois essa foi uma das poucas exigências do entusiasta, para carregar bagagens sem danificar a obra de arte.
Todo o poderio do sistema é bem sustentado com uma dupla de megacapacitores e uma bateria “power” da Optima. “Ele (dono do Civic) entendeu que, de nada vale montar uma sonzeira, se for para correr o risco de ficar na mão por falta de energia ou, o pior, danificar os aparelhos por falha na alimentação”, conta Binho, sobre a medida de proteção do sistema. E o proprietário também fica satisfeito: economizou no Bazar e saiu com um som de primeira!