Como já é de praxe nos estúdios de projeções, quando um lançamento causa barulho na net os caras tratam de imaginar versões esportivas deles. A bola da vez é o T-Roc.

A Volkswagen revelou na semana passada o inédito SUV baseado na mesma plataforma do Golf, a MQB. O T-Roc tem 4,23 m de comprimento e 2,60 m de distância entre-eixos, deixando ele entre o Honda HR-V e o Jeep Renegade. Ele promete rivalizar com os outros SUVs compactos com opções de motores a gasolina que vão gerar de 130 cv a 190 cv, seguindo a lógica aplicada no Golf.

Mesmo antes de apresentar oficialmente a novidade, os executivos da Volkswagen já nutriam a possibilidade de produzir uma versão R do T-Roc, aproveitando seu apelo mais esportivo, já que seu design tem essa pegada mais jovial e o potencial da plataforma MQB permite fazer um trampo bem focado em desempenho (como testemunhamos com o Tiguan R com motor de Audi).

Enquanto o T-Roc não recebe o sinal verde, o estúdio X-Tomi Design apela para uma versão até menos nervosa, seguindo a linha de caracterização dos GTI. O T-Roc GTI do estúdio tem belas rodas de aparentemente 20” (de fábrica, o máximo são 17 polegadas), teto preto com spoiler acoplado atrás, faixa vermelha na grade frontal e retrovisores com capa preta. Além, é claro, de ser baixinho, o que casou bem com o modelo, porque os balanços curtos harmonizaram com a altura mais próxima do chão.

Sob o capô do T-Roc GTI a Volkswagen não teria trabalho nenhum para colocar o motor 2.0 TSI de 220 cv.

VW T-Roc