Após quatro anos de desenvolvimento, a Ferrari enfim entregou a um milionário anônimo a P80/C, macchina superesportiva para uso exclusivo em pista, feita sobre a mesma base da 488 GT3 e inspirada em três Ferrari clássicas de competição: 330 P3/P4, Dino 206 SP e 250LM.

Por exigência do cliente, que pediu também para não ter a identidade revelada, o carro de corrida tem duas configurações; uma de corrida, com aerofólio de fibra de carbono e rodas de 18 polegadas, e outra de exibição, com rodas de 21″ e sem os apêndices aerodinâmicos.

Embora a Ferrari não tenha revelado informações sobre a motorização, é bem provável que a P80/C utilize o mesmo conjunto da 488 GT3: motor 3.9 V8 biturbo central traseiro de 670 cv e 77,5 kgfm, combinado com transmissão de dupla embreagem, sete marchas e tração traseira.

Feita de fibra de carbono, a Ferrari P80/C tem aerodinâmica 5% mais eficiente em relação à 488 GT3, algo em que dá para crer só olhando para o estilo extremamente agressivo do modelo, especialmente o da traseira. Por dentro, destaque para os bancos de corrida com revestimento especial e o volante à la Fórmula 1. Preço? Assim como o nome do dono, foi mantido em sigilo. Mas certamente não foi nada barato.