A Ferrari aproveitou o tradicional encontro de carros antigos de Pebble Beach, Califórnia (EUA), para apresentar o novo 488 Pista Spider. O superesportivo não só é o 50º conversível produzido pela marca italiana, mas também o detentor do motor V8 mais potente já construído pela fabricante.

Vencedor do Prêmio Motor Internacional do Ano de 2018, o vê-oitão de 3.9 litros biturbo compartilhado da configuração cupê entrega 720 cv e impressionantes 78,5 kgfm de torque. Combinado com um câmbio de dupla embreagem e sete marchas, faz a macchina atingir 100 km/h em apenas 2,8 segundos e 200 km/h em 8 segundos. A velocidade máxima do modelo é de 340 km/h.

O DNA da Fórmula 1 é encontrado em diversas partes da 488 Pista Spider, que traz suspensão magnética, diferencial eletrônico e controle de tração derivado dos carros pilotados por Sebastian Vettel e Kimi Raikkonen. Outro destaque do conversível é a oferta, como item opcional, de rodas de fibra de carbono de 20 polegadas.

Por causa dos reforços estruturais necessários em função da ausência de teto fixo, a 488 Pista Spider é 90 kg mais pesada que a versão cupê. Mas graças a soluções como placas de alumínio no lugar do carpete do assoalho e do uso de uma simples tira em vez de puxadores nas portas, o conversível consegue ter o mesmo desempenho no zero a 100 km/h, de acordo com a Ferrari. O preço da novidade ainda não foi revelado.