A Fiat revelou nesta semana uma nova versão do Argo, com proposta visual aventureira. Batizado de Argo Trekking, o modelo se baseia na configuração Drive 1.3 com câmbio manual e chega às concessionárias ainda em abril. O preço sugerido da novidade é de R$ 58.990. Com os opcionais (falaremos deles já já), sai por R$ 61.440.

Além da roupagem off-road, a Fiat fez algumas modificações técnicas para criar o hatch aventureiro. A suspensão, por exemplo, é 1,8 centímetro mais alta e conta com calibração específica de molas e amortecedores. Os pneus são Pirelli Scorpion STR (mesmo modelo usado no Jeep Renegade Trailhawk) com medidas 205/60 R15.

Com essas alterações, A Fiat conseguiu 21 cm de vão livre do solo para Argo Trekking, 4 cm a mais em relação ao Argo Drive convencional. A direção elétrica também foi recalibrada, mas nada foi mexido na motorização. Continua em cena o motor 1.3 flex de até 109 cv e 14,2 kgfm de torque combinado com a transmissão manual de cinco marchas. A opção automática só vai aparecer em 2020, com a estreia da caixa CVT no lugar da automatizada.

Na aparência, o Argo Trekking traz pintura bicolor, teto e retrovisores pretos, molduras plásticas nos para-choques e caixa de rodas, rack de teto, faróis com faixa de led, adesivos alusivos à versão, acabamento cromado escuro na traseira, ponteira de escapamento trapezoidal como no Argo HGT e calotas escurecidas. Rodas de liga leve e câmera de ré são os únicos opcionais.

Por dentro, teto, bancos e até a logomarca da Fiat no volante são pretos. Os bancos de tecido ainda contam com revestimento exclusivo, área central com textura quadriculada, inscrição Trekking no encosto e costuras laranjas. As saídas de ventilação são cromadas.

O Fiat Argo Trekking será oferecido nas cores Branco Banchisa, Branco Alaska, Vermelho Montecarlo e Cinza Silverstone. Recursos como controles de tração e estabilidade, encontrados nas versões 1.3 automatizada e 1.8 manual e automática do Argo, não estão disponíveis para o hatch aventureiro.