A Mercedes-Benz ainda não fala sobre o fim de linha do SLC, mas com o lançamento de uma série batizada de Final Edition, dá para imaginar que os dias de vida do roadster estão mesmo contados. Com 23 anos de mercado, o fato é que o esportivo (lançado originalmente como SLK) está bem atrativo nesta edição especial, que começa a ser vendida em março nos Estados Unidos e Europa.

Baseada na configuração AMG Line, a Final Edition foi pintada de amarelo-sol em homenagem à cor usada no lançamento do modelo, em 1996. O visual conta ainda com detalhes preto brilhantes e rodas de liga leve de 18 polegadas com acabamento preto fosco.

A lista de equipamentos do SLC inclui amortecedores esportivos, suspensões com acerto mais firme e freios reforçados. Na cabine, há bancos esportivos de couro Nappa de dois tons, cintos de segurança cinza, acabamento de fibra de carbono e alumínio, volante de base reta e a inscrição Final Edition em diversas partes, como no encosto dos bancos e nos tapetes.

As opções de motorização não mudaram. Para o SLC 300, o motor é um 2.0 turbo de quatro cilindros de 244 cv e 37,7 kgfm. No SLC 43 AMG, há um 3.0 V6 biturbo de 390 cv e 53 kgfm. Em ambos, o câmbio é automático de nove marchas. Para o mercado europeu, haverá ainda a oferta das configurações SLC 180 (motor 1.6 turbo 156 cv e 25,5 kgfm) e SLC 200 (2.0 turbo de 184 cv e 30,5 kgfm).