Mesmo com os sedans em queda no mercado, a Honda está preparando a renovação do modelo Accord que deve chegar em sua 11º geração seguindo a receita do irmão menor Civic. O modelo em testes, que por sinal está bastante camuflado, foi flagrado rodando pelo interior dos Estados Unidos, onde está sendo desenvolvido.

A fabricante japonesa vem mantendo a geração atual do Accord por seis anos. A extensão desse ciclo se deu muito pela diminuição nas vendas de sedãs que vitimou exemplares como Ford Fusion e também o Volkswagen Passat. De acordo com a Honda, o novo modelo do Accord está previsto para ser apresentado logo após CR-V.

Analisando o protótipo flagrado, é difícil reconhecer as novidades. Mas se baseando no Civic de nova geração, podemos esperar que não tenha mudanças radicais, mas seja um design evolutivo, mantendo a receita atual mas estrategicamente amadurecida, com novidades da coluna A em diante. 

SpiedBilde/Temple of VTEC

Na dianteira, os faróis provavelmente continuarão os mesmos iluminados por LED de última geração. O capô deve ser mais pronunciado para casar com a nova grade mais integrada ao pára-choque. Já a traseira, deverá vir com lanternas interligadas remetendo aos modelos Honda do início dos anos 2000. Ultimamente a montadora japonesa vem mesclando elementos retrô com inovações, e isso talvez apareça na nova geração do Accord.

O conjunto mecânico deve ser os mesmos motores disponíveis no novo Civic. A opção híbrida, com motor 2.0 capaz de gerar 142 cv de potência somado a um propulsor elétrico de mais 184 cv de potência. Além da versão eletrificada, o sedã deve trazer o 1.5 turbo de 182 cv e 24,5 kgfm com câmbio automático de 10 velocidades.

Confirmado para os Estados Unidos e China, o novo Accord deve ser lançado em 2023, acompanhado do Civic. O mercado brasileiro, talvez receba o sedã, mas na versão híbrida e somente em 2024.

SpiedBilde/Temple of VTEC