A Ford divulgou nesta segunda-feira (25) no Agrishow, maior feira agrícola do país realizada em Ribeirão Preto-SP, que em 2023 vai vender oficialmente no Brasil a camionete F-150. Atualmente a picape é a mais vendida do mundo e domina o mercado norte-americano. Ainda não foram divulgadas versões e preços, mas especula-se que venha a opção Lariat com o pacote FX4.

O modelo F-150 já estava nos planos da montadora que pretendia vender a picape por aqui. Apesar de algumas mudanças dentro da companhia, quando a Ford deixou de produzir no BR para importar os carros, a camionete ainda continuava nos interesses da fabricante para ingressar no segmento que já tem a Ram trazendo novidades e também Toyota e Chevrolet pretendendo trazer Tundra e Silverado. Camionetes que também são de grande porte. 

De acordo com Daniel Justo, CEO da Ford South America: “A F-150 vem para consolidar a nossa linha, ao lado da Ranger e da Maverick, e reafirmar a autoridade que a Ford construiu em picapes em todo o mundo. É mais um exemplo de que nós vamos continuar a trazer para o consumidor brasileiro o que existe de mais avançado no mundo”, afirmou.

No Agrishow a Ford colocou em exposição um modelo da F-150 na versão intermediária com o pacote FX4 que tem assistente de descida, diferencial traseiro blocante, amortecedores dianteiros com novo ajuste e visual aventureiro. Mesmo sendo uma opção de entrada, ela pode vir bem equipada com seis airbags, câmera 360°, sensor de ponto cego, ar-condicionado automático digital de duas zonas, faróis full-LED, banco dianteiros com ajuste elétrico, painel de instrumentos digital de 12”, controle de cruzeiro adaptativo, assistente de permanência em faixa, central multimídia de 12” e muito mais. 

Para matar a curiosidade sobre motorização, podemos nos basear no que é oferecido lá fora. A versão apresentada na divulgação, pode ser equipada com motores 2.7 V6 turbo de 329 cv, 3.5 V6 turbo de 408 cv, 5.0 V8 de 405 cv ou o 3.5 V6 híbrido de 436 cv, sempre com a transmissão automática de 10 marchas. Por motivos como logística, combustível e também demanda, dá pra cogitar a possibilidade da picape receber o mesmo motor do Mustang 5.0 V8 que já está preparado para a gasolina brasileira que é diferente dos outros países. 

A F-150 já é vendida na Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Equador. Aqui no mercado nacional, por ser maior e mais equipada que a irmã Ranger, os valores também devem ser mais elevados. A Ford não divulgou mais informações sobre data de apresentação e especificações técnicas, mas deixou claro que o modelo exibido no estande na Agrishow “se trata apenas de um veículo de demonstração e que detalhes do modelo destinado ao Brasil serão divulgados mais próximo do lançamento.” Vamos aguardar para saber mais novidades sobre a terceira picape da fabricante americana a chegar em terras tupiniquins. 

Divulgação/Ford

Divulgação/Ford