Tão tradicional e icônico quanto o próprio Mustang, o nome Mach 1 estará novamente associado ao muscle car americano a partir de 2021. A Ford, inclusive, já confirmou o retorno do Mustang Mach 1 ao mercado para o ano que vem, com a garantia de ser a versão mais potente com o motor 5.0 V8, ficando abaixo apenas dos Shelby GT.

Pelas imagens camufladas divulgadas pela marca, observamos que o Mustang Mach 1 terá um estilo diferenciado do restante da linha, com destaque para a grade dianteira com duas entradas de ar redondas em cada uma das extremidades – em referência ao clássico Mach 1 de 1969, que tinha faróis extras nessa mesma posição – e os novos parachoques com entradas de ar mais agressivas.

Na traseira, o spoiler da versão GT abre espaço para um aerofólio fixo e não há como deixar de notar as quatro enormes saídas de ar, bem como o novo difusor de ar integrado ao parachoque. Na foto que mostra a roda de 19 polegadas, vemos os freios Brembo com enormes pinças e detalhes do pneu semi esportivo Michelin Pilot sport Cup 2, de perfil 305/30.

Ainda não há informações oficiais sobre os índices do motor que equipará o Mustang Mach 1. Mas, sabendo que ele ficará acima do Mustang Bullitt, que conta com uma versão de 480 cv do 5.0 V8, é de se esperar que a nova série traga o vê-oitão recalibrado para uma potência entre 500 cv e 510 cv, que deixaria o Mach 1 logo abaixo do Shelby GT350, detentor de 526 cv.