O final de semana foi de Fórmula 1 com o grande prêmio da Áustria no circuito de Spielberg, também conhecido como Red Bull Ring. A vitória ficou com a Ferrari que venceu com Charles Leclerc aparecendo novamente no lugar mais alto do pódio depois de três meses. O resultado final ainda teve Max Verstappen em segundo e Lewis Hamilton em terceiro.

A CORRIDA:

A Red Bull, correndo em casa, não poderia estar mais feliz ao ver o autódromo lotado com a torcida laranja para Max Verstappen. O atual campeão mundial fez o dever de casa na classificação e largou na pole position para a corrida. O que a equipe do toro não esperava era ver a Ferrari com um acerto de carro muito superior. 

Na largada Verstappen defendeu a primeira posição e seguiu com a liderança, mas Leclerc vinha logo atrás. Carlos Sainz (Ferrari), George Russell (Mercedes) e Sergio Perez (Red Bull) disputaram o terceiro lugar, mas Sainz ficou com a melhor, enquanto Russell deu um toque no carro de Perez que em seguida precisou abandonar a corrida. O piloto da mercedes foi punido em 5 segundos. 

A corrida começou a tomar um tom diferente a partir da décima volta, quando a Ferrari começou a mostrar uma velocidade superior ao da Red Bull. Leclerc ultrapassou Verstappen na volta 12 e a Red Bull decidiu começar a estratégia de Pit Stop.

 Verstappen trocou os pneus e voltou para a pista em segundo lugar, enquanto Leclerc liderava e se mantinha na pista para tentar se distanciar do piloto da Red Bull. Após algumas voltas o ferrarista foi para o seu primeiro pit stop, e durante a parada foi ultrapassado pelo Verstappen. 

Os pilotos em diversos momentos alternaram de posições, entre o primeiro e segundo lugar, mas a Ferrari parecia ter o carro mais rápido e tomou a liderança da corrida que era de Verstappen. Enquanto isso, Sainz se aproximava com muita ação para tomar a posição de Verstappen.

A corrida se encaminhava para uma dobradinha da Ferrari na casa da Red Bull, mas Sainz na volta 58 teve problemas. Quando o piloto espanhol se preparava para ultrapassar Verstappen, ativou o DRS (Abertura de asa) na reta oposta e quando ganhava velocidade viu seu carro perder força tendo que parar imediatamente. O monoposto ferrarista começou a pegar fogo e felizmente nada aconteceu com Sainz.

Por fim, Leclerc passou a bandeira quadriculada em primeiro lugar, ficando com a vitória para a Ferrari. Verstappen, aparentemente com problemas em seu carro, conseguiu o melhor resultado para a Red Bull, permanecendo em segundo. Já o terceiro lugar foi de Lewis Hamilton (Mercedes), que largou em 8°, reclamou da velocidade de seu carro na reta, mas mesmo assim conseguiu chegar ao pódio. 

No meio do pelotão, Mick Schumacher (Haas/Ferrari) e Esteban Ocon (Alpine/Renault) davam show para atingir os seus melhores resultados no ano. Ocon, apresentando um bom ritmo atualmente, superou o seu colega de equipe, Fernando Alonso, e garantiu a quinta posição. Enquanto isso, o jovem Schumacher parece ter encontrado o caminho da F1 para garantir um sexto lugar, a sua melhor colocação até agora. 

Confira o resultado do Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1:

1) Charles Leclerc (Ferrari)

2) Max Verstappen (Red Bull)

3) Lewis Hamilton (Mercedes)

4) George Russell (Mercedes)

5) Esteban Ocon (Alpine/Renault)

6) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)

7) Lando Norris (McLaren/Mercedes)

8) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)

9) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)

10) Fernando Alonso (Alpine/Renault)

11) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)

12) Alexander Albon (Williams/Mercedes)

13) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)

14) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)

15) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)

16) Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull)

17) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull)

DNF) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)

DNF) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)

DNF) Sergio Pérez (Red Bull)

// Joerg Mitter / Red Bull Content Pool //

// Philip Platzer / Red Bull Content Pool //