A Fórmula 1 desembarcou neste final de semana em Montreal para o Grande Prêmio do Canadá. O piloto Max Verstappen, da Red Bull Racing, foi o grande vencedor e somou mais alguns pontos para se isolar como líder do campeonato. O pódio ainda teve Carlos Saiz (Ferrari) em segundo e Lewis Hamilton (Mercedes) fechando o pódio em terceiro.

A CORRIDA:

Largando da pole position, Max Verstappen viu um lindo dia de sol e pista seca para ir em busca de mais alguns pontos para o campeonato. Na largada, o atual campeão mundial saiu bem e nem chegou a receber pressão de Fernando Alonso que teve bom desempenho no final de semana e saiu de segundo com sua Alpine. 

A Ferrari sofreu no final de semana com Charles Leclerc punido depois de ter todo o motor do seu carro trocado. O monegasco saiu do fundo do pelotão e a equipe italiana focou sua performance no Carlos Sainz que conseguiu classificar bem largando de terceiro no grid.

Algumas voltas após a largada, quem mais se destacou foi Sergio Perez (Red Bull) ganhando duas posições, pulando de 11º para 9°. Com a abertura de asa liberada, foi só questão de tempo para Sainz assumir a segunda posição. O ferrarista conseguiu ultrapassar Alonso sem muitas dificuldades. 

Depois de oitos voltas completadas, alguns pilotos já haviam realizado a troca de pneus. Sebastian Vettel (Aston-Martin) e Pierre Gasly (Alpha Tauri) decidiram arriscar uma estratégia com compostos duros. Em seguida, Pérez foi o primeiro a registrar um abandono na prova canadense. O Piloto da Red Bull teve problemas e provocou um Safety Car Virtual. 

Com a bandeira de segurança sobre a pista, várias equipes foram para a estratégia e chamaram seus pilotos para a troca de pneus. Verstappen realizou o pit stop para colocar pneus duros retornando na corrida em terceiro. Lewis Hamilton (Mercedes) fez o mesmo e voltou para a pista em sexto lugar.

Com as movimentações nos boxes, Sainz ficou com a liderança, seguido por Alonso. Ambos os pilotos não haviam feito o pit stop. Enquanto isso, Verstappen com pneus novos se preparava para impor ritmo e recuperar posições, mas outro Safety Car virtual surgiu depois que Mick Schumacher deixou a prova também com problemas em seu carro. 

Sainz foi para o pit stop e retornou em terceiro. Verstappen era o líder seguido por Alonso. Hamilton já estava em quarto lugar, acompanhado de George Russel em quinto. O monegasco Leclerc, depois de ter largado lá de trás, já aparecia em sétimo.

Na volta 23, Sainz ultrapassou novamente Alonso que estava perdendo o ritmo e despencando aos poucos na classificação. O Ferrarista buscava diminuir a diferença para disputar a vitória com Verstappen que já estava com uma vantagem de 8 segundos.

Metade da prova já estava completada e os dez primeiros eram Verstappen, Sainz, Hamilton, Russell, Ocon, Leclerc, Alonso, Bottas, Stroll e Zhou. Volta a volta a corrida ficou calma e menos conturbada entre os primeiros colocados que usaram da estratégia para se manter em suas posições. 

Com 49 voltas de corrida, Yuki Tsunoda (Alpha Tauri) provocou o inesperado logo na saída dos boxes. O jovem piloto estava com pneus novos e perdeu o controle na primeira curva quando recuperava a velocidade após sair do Pit-Lane. A leve batida na mureta foi o suficiente para fazer Tsunoda ter que abandonar a prova.

O carro de segurança entrou na pista e saiu na volta 55, deixando todo o pelotão em fila indiana. Verstappen estava a 0s1 de diferença para Sainz. Com a prova chegando próximo ao término, Red Bull e Ferrari começavam uma disputa pelo primeiro lugar.

O RESULTADO FINAL:

Apesar de Sainz ter a vantagem de usar o DRS sobre Verstappen, o espanhol mesmo próximo não conseguia ultrapassar o atual campeão do mundo que apenas pisou fundo e administrou a prova até o fim. A Red Bull mostrou mais uma vez a superioridade do seu carro sobre os rivais levando o Holandes para mais uma vitoria. 

Verstappen passou a bandeira quadriculada para vencer a nona etapa da temporada 2022 da F1 e somar sua sexta vitória neste ano. Saiz, ainda sem alcançar o primeiro lugar no pódio, ficou com o segundo lugar e garantiu mais alguns pontos para a Scuderia Ferrari que atualmente segue em segundo na classificação do campeonato de construtores. 

O destaque do final de semana foi Lewis Hamilton que quebrou o jejum de pódios e conseguiu o terceiro lugar. O top cinco fechou com George Russell em quarto e Leclerc, que havia largado do fim do pelotão em quinto. A próxima parada da Fórmula 1 é no histórico circuito de Silverstone, na Inglaterra, nos dias 2 e 3 de julho. 

Confira o resultado do GP do Canadá de Fórmula 1 2022:

1) Max Verstappen (Red Bull)

2) Carlos Sainz Jr. (Ferrari)

3) Lewis Hamilton (Mercedes)

4) George Russell (Mercedes)

5) Charles Leclerc (Ferrari)

6) Esteban Ocon (Alpine/Renault)

7) Fernando Alonso (Alpine/Renault)

8) Valtteri Bottas (Alfa Romeo/Ferrari)

9) Zhou Guanyu (Alfa Romeo/Ferrari)

10) Lance Stroll (Aston Martin/Mercedes)

11) Daniel Ricciardo (McLaren/Mercedes)

12) Sebastian Vettel (Aston Martin/Mercedes)

13) Alexander Albon (Williams/Mercedes)

14) Pierre Gasly (AlphaTauri/Red Bull)

15) Lando Norris (McLaren/Mercedes)

16) Nicholas Latifi (Williams/Mercedes)

17) Kevin Magnussen (Haas/Ferrari)

OUT) Yuki Tsunoda (AlphaTauri/Red Bull)

OUT) Mick Schumacher (Haas/Ferrari)

OUT) Sergio Pérez (Red Bull)

(Photo by Dan Mullan/Getty Images) // Getty Images / Red Bull Content Pool //

(Photo by Dan Mullan/Getty Images) // Getty Images / Red Bull Content Pool //