Quem faz parte do mundo da preparação sabe bem que é possível extrair desempenho de um motor mexendo apenas no módulo de injeção do carro, para otimizar todo o ciclo de admissão e queima do motor e fluxo dos gases, ainda mais considerando os carros mais modernos. E foi exatamente isso que a G-Power fez para deixar o Mercedes-AMG C63 S ainda mais nervoso.

Os caras modificaram a lógica da ECU do motor para gerar 90 cv a mais no 4.0 V8 biturbo do sedã, totalizando 600 cv e 81,6 kgfm de torque. Com o fôlego extra, o carro agora é capaz de atingir os 300 km/h e acelerar de 0 a 100 km/h em 3,8 segundos. Se o interessado quiser deixar a preparação ainda mais afinada, pode incluir um sistema de exaustão inoxidável opcional, que deixa o ronco do carro mais adequado à nova “cavalaria”.

Mas a eletrônica ainda é capaz de fazer mais no C63 S. Tanto que o segundo estágio de preparação da G-Power para o sedã arranca 800 cv do V-Oitão. Só que pra chegar nesse nível aí já é preciso dar um grau no turbo do carro (não especificaram no que, exatamente) e adaptar todo o sistema de escape.

Julgando pelas fotos, essa potência toda cairia muito bem pra quem quer surpreender algum desavisado por aí, achando que se trata de um C63 S “normal”, afinal, externamente, a única coisa que mudou no carro após passar pela preparadora foram as rodas (agora no modelo Hurricane RR de 20” forjadas).