Com lançamento programado para o Salão de Genebra (Suíça) de 2019 e promessa de se tornar o carro mais potente já produzido no mundo, com 1.926 cv, o hiperesportivo elétrico da Automobili Pininfarina finalmente teve seu nome divulgado: Battista!

Curtiu o batismo? É uma homenagem da marca ao fundador do estúdio de design, Battista Pininfarina. E o que achou da potência? Simplesmente mais que o dobro do entregue por ícones superesportivos híbridos, como a Ferrari LaFerrari, o McLaren P1 e o Porsche 918 Spyder. O torque do propulsor desenvolvido pela croata Rimac Automobili (parceira de outros fabricantes como Porsche e Aston Martin) também impõe respeito; nada menos que 234,7 kgfm.

De acordo com a Pininfarina, o Battista será mais veloz que um carro de Fórmula 1, prometendo acelerar de zero a 100 km/h em menos de dois segundos e atingir 300 km/h em 12 segundos. A máxima tende a ultrapassar os 400 km/h e a autonomia da bateria, acredite, é de aproximados 500 quilômetros. Uma recarga rápida de 80% poderá ser feita em apenas 40 minutos.

O Battista será o primeiro carro da Automobili Pininfarina como marca própria. Haverá apenas 150 unidades do hiperesportivo, que serão entregues a seus compradores no fim de 2020. O preço está estimado entre 2 milhões e 2,5 milhões de dólares.