Por: Leonardo Figueira / Fotos: Diogo Pena

O bancário Thiago Ohara herdou a paixão por carros alemães do pai, que era motorista particular e sempre teve alguns VW na garagem. “Além do meu pai, um primo mais velho já rebaixava carros há uns 15 anos, e eu sempre estava por perto. Desta forma foi inevitável a influência pelos carros modificados”, conta. Em 2005, Thiago comprou seu primeiro carro, uma Parati “bolinha” que está com ele até hoje. mercedes-190e-fullpower-12 Depois de algum tempo ele adquiriu esta Mercedes 190E por acaso. “Sempre admirei o chassis W201 da Mercedes devido a ligação com Ayrton Senna em seu lançamento, mas não estava prevista a compra do carro. Foi por uma indicação de um amigo, essa boa oportunidade deu vida a mais este sonho”, lembra.


BX Nascar_610x200


mercedes-190e-fullpower-9 Foi só a nave chegar na garagem que diversas ideias passaram na cabeça de Ohara. O carro tinha a pintura um pouco castigada, mas isso não desanimou. “Já imaginava ele do jeito que está. Decidi manter esse visual “rusty” em respeito à personalidade do carro.“Sou adepto do visual ‘clean’, então me propus montar o carro nos detalhes. Sempre quis rodas com bordas e mais tala num carro alemão de puro sangue”, conta Thiago. mercedes-190e-fullpower-11


BX Castor_800x600_Fev2016


O primeiro passo foi abaixar a suspensão, que usa sistema fixo feito pela Lucar Mecânica, da Zona Norte de São Paulo. “O carro ficou confortável ao extremo para andar, mesmo baixo continua com o nível de uma Mercedes. Por esse motivo é necessário atenção com as ondulações do asfalto, pois o carro anda bem perto do chão e a atenção é redobrada. Quanto a frenagem, o ABS não sofre nenhuma alteração devido a altura”, explica o dono. mercedes-190e-fullpower-15 Várias peças externas foram trocadas devido ao desgaste do tempo, como faróis e piscas. A grade frontal ganhou a cor chumbo e uma mira original. A medalha na grade já veio no carro e da um toque especial na frente. O CD player Pioneer DEH 505 Wood original foi restaurado e, em breve, a Meca vai receber um sistema de som com caixa lateral e módulo, nada extremo. A mecânica foi totalmente revisada na oficina BlueCar, especialista em Mercedes-Benz, que fica na Mooca, Zona Leste de São Paulo. Agora o Mercedão roda sem problemas. mercedes-190e-fullpower-13 As redondas escolhidas foram as réplicas de BBS RS da Rodera na medida 17”x 8,5” e são calçadas nos 195/40, deixando o pneu “stretch”. O 190E é o xodó de Thiago. É seu carro de curtição nos finais de semana e, de vez em quando, o cara usa o sedã para ir ao trabalho. “O mais engraçado e gratificante é quando estou com esse carro e vejo a reação das pessoas na rua. Não é toda hora que você vê um Mercedes antigo no trânsito, baixo, com rodas diferentes. É só parar no farol ou estacionar em algum lugar que sempre chega alguém pra perguntar sobre o carro, tirar foto, perguntar se eu vendo…”, brinca Thiago.   mercedes-190e-fullpower-10


BX Zunky_610x200


O carro está montado do jeito que ele sempre pensou e segundo ele, não pretende fazer alterações muito significativas. Pois seu foco é finalizar outro Mercedes que está em sua garagem, um W114 1969 com câmbio 4 marchas na coluna e placa preta. “O carro está passando por uma restauração quase que completa, longos meses trazendo peças de outros países pra montar o motor original M130 de 6 cilindros. Pretendo montar uma boa suspensão a ar, seguir a linha ‘oldtimer’ mantendo os pneus faixa branca e finalizar mais um sonho de todo bom Mercedeiro”, finaliza. Mais Imagens:  mercedes-190e-fullpower-20 mercedes-190e-fullpower-19 mercedes-190e-fullpower-17 mercedes-190e-fullpower-16 mercedes-190e-fullpower-14 mercedes-190e-fullpower-8 mercedes-190e-fullpower-7 mercedes-190e-fullpower-5 mercedes-190e-fullpower-4 mercedes-190e-fullpower-2 mercedes-190e-fullpower