Separe aí R$ 100 mil para deixar de sinal em uma concessionária Ducati. Esse é o valor pedido na reserva da exclusiva e caríssima Panigale Superleggera V4, que vai ser vendida no Brasil por expressivos R$ 700 mil. A superesportiva V4 começará a ser produzida em junho e terá apenas 500 unidades.

Com chassi, rodas, carenagem e balança traseira de fibra de carbono, além de peças do motor e parafusos de titânio e magnésio, a Panigale Superleggera V4 pesa apenas 159 kg, mas pode ficar ainda mais leve com a adoção de um kit de corrida, que a deixa com enxutos 152 kg.

O motor da macchina é o mesmo da Ducati Panigale R, que tem 998 cm³ e rende 224 cv na configuração para as ruas ou 234 cv com o escapamento de corrida da Akrapovic. O câmbio é de seis marchas com quick-shift para subir e reduzir velocidades.

A Panigale Superleggera V4 utiliza carenagem integral derivada dos protótipos da MotoGP. De acordo com o fabricante italiano, as asas duplas garantem até 50 kg de aerodinâmica a 270 km/h; são 20 kg a mais do que o gerado pelas asas simples das V4 e V4 S.

O modelo conta ainda com três modos de condução (Race A, Race B e Sport), controles de tração e derrapagem, unidade de medição inercial (IMU) de seis eixos, controle do freio motor, controle de largada e marcador de volta. Um pacote de respeito para a moto mais cara do Brasil, né?