Depois da parceria entre BMW e Toyota para desenvolver as novas gerações dos esportivos Z4 e Supra, é a vez de outras japonesas e alemãs se juntarem para alcançar um objetivo bastante parecido. No caso, trata-se da Nissan e da Daimler (detentora da Mercedes-Benz) e a meta é atualizar o já senhor veterano 370Z, conforme noticiou a revista japonesa Response.

A parceria entre as duas fabricantes não é novidade, já que a Mercedes-Benz GLA e Infiniti QX30 (braço requintado da Nissan) já compartilham plataforma, bem como a Nissan Frontier e a Mercedes-Benz Classe X. Ou seja, ampliar a união das duas para fazer o novo Z não é nada absurdo, já que, pelo lado da Nissan, talvez esta seja a única solução para baixar os custos de desenvolvimento do carro e compensar a baixa procura.

De acordo com a revista britânica Autocar, citando “executivos sênior anônimos” da Nissan, o próximo Z vai compartilhar a plataforma de tração traseira, motores e sistema elétrico do Infiniti Q60. Mas a cereja do bolo mesmo seria a possível versão Nismo do novo 400Z (nome especulado por aí), com motor 3.0 V6 biturbo da Infiniti, mas calibrado para gerar 481 cv e 62,3 kgfm de torque. E pra acompanhar esse coração anabolizado, a versão teria tração integral. Quanto à carroceria, o especulado 400Z seria mais largo que o 370Z atual.

Por enquanto, tudo isso não passa de especulação, confirmada apenas por fontes que não quiseram se identificar na imprensa gringa. Mas de qualquer maneira, fica a torcida pra que a Mercedes-Benz tope ampliar a parceria com a Nissan, porque seria bom demais ver o 370Z renovado, depois de 10 anos praticamente estagnado no mercado. Já que a Toyota ressuscitou o Supra, não custa nada sonhar…