A Toyota apresentou nesta semana a nova geração da Tundra. Rival de modelos como Chevrolet Silverado, Ford F-150 e Ram 1500, a picape grande agora é feita sobre a plataforma TNGA-F – variante da arquitetura modular usada por Corolla e Corolla Cross – e pela primeira vez deixa de ser oferecida com motor V8.

As versões mais baratas serão equipadas com o propulsor 3.5 V6 biturbo de 394 cv e 66,2 kgfm, enquanto as mais caras terão sistema híbrido, adicionando um motor elétrico ao câmbio automático de dez marchas. com ele, a potência e o torque sobem para 443 cv e 80,5 kgfm, respectivamente.

O visual da Tundra, que já era invocado, ficou ainda mais parrudo na linha 2022. Na cabine, a nova central multimídia com tela sensível ao toque de exageradas 14 polegadas é a grande protagonista. Pena que essa brutona esteja fora de cogitação para o mercado brasileiro. As vendas nos Estados Unidos começarão no fim do ano. Os preços ainda não foram revelados.