A BMW anunciou nesta semana o lançamento do novo BMW X3 híbrido plug-in no mercado brasileiro. O SUV produzido nos Estados Unidos chega ao país em três versões: xDrive 30e X-Line, com preço sugerido de R$ 399.950, xDrive30e M Sport (R$ 439.950) e xDrive30e M Sport Launch Edition (R$ 449.950).

Todas as configurações são equipadas com o mesmo conjunto mecânico. O propulsor a combustão é o 2.0 turbo de 184 cv 35,7 kgfm, que recebe a força plena do motor híbrido para gerar a potência combinada de 292 cv e chegar a 42,8 kgfm de torque total. O câmbio é automático de oito marchas e a tração, integral. Segundo o fabricante, o X3 vai de zero a 100 km/h em 6,1 segundos.

Rodando apenas com o motor elétrico, o novo X3 pode atingir uma autonomia de até 46 km ou até 55 km no modo eDrive, que também permite chegar a uma velocidade máxima de 135 km/h. No modo Auto eDrive, dá para atingir até 110 km/h com propulsão elétrica. O tempo aproximado de recarga no Wallbox é de três horas. No carregador portátil de 120V são cerca de nove horas, tempo que baixa para 5h30 com 220V.

O design do BMW X3 ficou mais agressivo. Além de ser maior, a grade de duplo rim está ligada por uma moldura única. Os faróis, estreitados em dez milímetros, ficaram mais afilados e esportivos. As lanternas traseiras de led adotaram design tridimensional e têm filetes que seguem o formato de uma pinça.

Há mudanças de estilo que diferenciam as três opções de configuração. O BMW X3 xDrive30e X-Line tem visual aventureiro, enquanto o xDrive30e M Sport aposta no estilo esportivo. Já o X3 xDrive30e M Sport Launch Edition traz a grade frontal preta e volume limitado de unidades.