Ford Mustang chega à sétima geração com muitas novidades e mantendo o motor V8

Data:

Compartilhe:

A Ford revelou nesta quarta-feria (15/9) a sétima geração do Mustang. Depois de muito suspense e alguns flagras, hoje finalmente temos o Muscle Car renovado. O novo modelo chega com diversos equipamentos tecnológicos, mudanças no design e muitas outras novidades. O principal, está debaixo do capô, mantendo o motor V8 sem eletrificação e ainda com opções de câmbio manual. 

Lançado em 1964, passaram 60 anos e o Mustang segue conquistando cada vez mais fãs pelo mundo. O carro que já foi estrela de diversos filmes, ganhou mais uma oportunidade de erradicar o ronco de um tradicional motor V8, que para alguns é uma sinfonia nos ouvidos. Essa, pode ser a última geração do Muscle Car com motorização a combustão. A próxima linhagem tem grandes chances de serem híbridas ou até mesmo totalmente elétricas. 

2024 Mustang Heritage scaled 1
Divulgação

O novo modelo, ainda segue com as proporções atraentes do antecessor, e um design mais encorpado e musculoso. A dianteira está mais “quadrada” para se inspirar no Mustang de primeira geração. Os faróis em LED ficaram mais modernos com o DRL em três partes. Já na traseira, as lanternas, também em LED, mantiveram o formato mais recente, só que agora as três barras estão mais pronunciadas. As quatro ponteiras de escapamento e o aerofólio mais acentuado chamam bastante atenção e complementam o conjunto. 

No interior, um verdadeiro cockpit foi formado. O painel está focado no motorista e como era de se esperar, tudo virou em tela. O quadro de instrumentos tem uma tela de 12,4” com um padrão visual em tom cobre ultramoderno, compartilhado com o Mustang Mach-E, e pode ser configurada com diferentes cores e designs, incluindo mostradores clássicos do Mustang. O console central ganhou a central multimídia SYNC 4, com a possibilidade de personalizar os modos de condução girando o carro virtualmente na tela de 13,2”, como num videogame. Além de acesso a Apple CarPlay e Android Auto, ela vem com Amazon Alexa para comandos de voz.

2024 Mustang Interior 01 scaled 1
Divulgação/Ford

De acordo com a Ford, a ideia da montadora é atrair o público mais jovem e por isso a fabricante também diminuiu os botões físicos, como o do volume do áudio e do ar-condicionado, que foram removidos e integrados ao painel digital. As mudanças em materiais utilizados melhorou em comparação a antiga geração. O novo Mustang possui um interior mais sofisticado, com imitação de couro em algumas partes, bancos Recaro com desenho esportivo além de outras partes com tecelagem de carbono.

Sob o capô, nada de eletrificação. O novo Mustang vai ao contrário da tendência automotiva e mantém as opções de motor a combustão, podendo ser equipado com o 2.3 Ecoboost (314 cv/48,4 kgfm) e o V8 5.0 Coyote, vendido no Brasil (483 cv/56,7 kgfm). Segundo Jim Farley, CEO da Ford: “investir em outra geração do Mustang é um grande recado num momento em que competidores estão deixando o segmento de carros a combustão”. O câmbio pode ser de transmissão automática com 10 velocidades ou manual de seis marchas, com “rev-matching” de série. Sistema que ajuda a manter a rotação do motor no pico de torque entre as trocas.

Para aqueles clientes que procuram um Mustang ainda mais Racing, a Ford também irá oferecer a versão  Dark Horse, desenvolvida durante mais de três anos por um time especial de engenheiros, designers e especialistas da Ford. O modelo tem o foco total nas pistas com o motor Coyote V8 5.0 ainda mais forte com 500 cv de potência. O conjunto mecânico possui novas bielas e um corpo duplo de borboleta de admissão para melhorar a respiração, acoplado com uma transmissão manual Tremec de seis velocidades, igualmente exclusiva, ou automática de 10 velocidades com “paddle shifters” esportivos.

Mustang Dark Horse 05 scaled 1
Divulgação

O Mustang Dark Horse também herda partes do Shelby GT350 e GT500 , principalmente suas rodas leves de fibra de carbono. Além disso conta com um ajuste de chassi exclusivo, barras estabilizadoras traseiras maiores, amortecedores MagneRide e sistemas de resfriamento dos freios, do eixo traseiro e do óleo do motor. É equipado também com freios dianteiros Brembo de seis pistões e diferencial traseiro Torsen. 

Jim Farley, comenta que: “Durante décadas, o Mustang competiu com as marcas premium nos maiores palcos mundiais e venceu”, destacou Jim Farley. “Nós surpreendemos a todos e vamos surpreendê-los novamente com um Mustang de pista que traz um novo nível de desempenho, estilo e engenharia para os clientes comuns que ainda querem a emoção de um esportivo V8.”

De modo geral, a nova geração global do Mustang inaugura mais um capítulo na história do ícone, com avanços na performance, no design e na tecnologia. Entre os destaques temos, o freio eletrônico de mão “drift” e o Remote Rev, que permite acelerar o carro remotamente pelo chaveiro. O Ford Mustang 2024 chegará, inicialmente, as concessionárias dos Estados Unidos somente no meio do ano que vem. Tudo indica que o Muscle car desembarque aqui no Brasil apenas em 2024 para substituir a atual geração que é vendida por aqui. É possível que apareça antes, mas através de importação independente.

Redação
Redaçãohttps://www.revistafullpower.com.br
O guia que te ajuda a escolher seu próximo carro, acessórios, produtos e serviços automotivos.

━ Relembre ━

Inscreva-se em
nossa Newsletter

━ Mais Lidas da Semana ━

Mais leve e com potência extra, novo BMW M3 CS chega ao Brasil em tiragem super limitada

Mais potente, mais leve e mais rápido. Essas são...

Neta Auto, da China, confirma estreia no 2º semestre e planeja fábrica no Brasil

Nova marca chinesa no Brasil, a Neta Auto divulgou...

Última dança do V8: Ram 1500 Classic R/T é limitada em 100 unidades

O casamento entre as picapes Ram e os motores...

Depois de bombar nos EUA com 7.500 pedidos, novo Mustang GTD parte para a Europa

A pré-venda do Ford Mustang GTD terminou esta semana...