A Peugeot apresentou nesta semana a linha reestilizada do 3008. O SUV médio renovado começa a ser vendido na Europa no início de 2021, com visual alinhado ao dos últimos lançamentos da marca francesa, como o hatch 208, e com uma nova versão híbrida do tipo plug-in. A estreia no Brasil só deve ocorrer no fim do ano que vem.

A dianteira foi a parte que mais mudou no facelift. Os faróis redesenhados agora contam com assinatura de led vertical, que se prolonga até a metade do parachoque. Outro elemento que “conversa” com o parachoque é a grade frontal, com ranhuras que conectam as peças. Na traseira, as lanternas passam a ser 100% de led.

Na cabine, há novos materiais de acabamento e a atualização do conceito i-Cockpit, com volante menor e cluster posicionado mais acima do painel. O 3008 reestilizado ganhou também uma nova central multimídia com tela sensível ao toque de dez polegadas e um novo seletor de modos de condução no console.

O principal destaque na motorização é a opção híbrida do tipo plug-in, com bateria mais robusta que pode ser recarregada em tomadas convencionais. A versão combina o motor 1.6 turbo a outro elétrico e oferece autonomia para até 50 km usando apenas eletricidade. Há duas faixas de potência: 225 cv ou 300 cv na configuração Hybrid4.

As variantes a combustão do novo Peugeot 3008 seguem iguais: 1.2 turbo de 130 cv e 1.6 THP com potências de 165 cv e 180 cv. Há ainda a configuração 1.5 turbodiesel de 130 cv. O câmbio nestas versões pode ser manual de cinco marchas ou automático de oito velocidades.

Na lista de tecnologias do 3008 reestilizado, há sistema de visão noturna por meio de câmera infravermelha para identificação de pedestres, carros e animais, piloto automático adaptativo, assistente de permanência em faixa, câmera de 360° e monitor de ponto cego, capaz de mover o volante automaticamente para evitar colisões.