Novo Peugeot 308 vai receber tecnologia de impressora 3D

Data:

Compartilhe:

Com o intuito de inovar, otimizar e cuidar do meio ambiente, a Peugeot anunciou que o novo 308 vai receber uma inovadora tecnologia de impressora 3D. O formato contemporâneo dos produtos já está disponível na loja de acessórios da França. Mas dessa vez a Peugeot pretende fornecer um novo conceito com o interior do 308 feito em várias peças de impressão 3D HP Multi Jet Fusion (MJF).

O objetivo dos designers da Peugeot era tornar os acessórios mais visíveis e atraentes, inovando e utilizando materiais modernos. Dessa forma, a empresa optou por investir na impressão 3D para obter um resultado mais flexível de acordo com a demanda de seus carros e clientes.

Para a Peugeot implantar esse sistema, a marca francesa fez uma parceria com a empresa HP inc e a Basf. O material utilizado é o poliuretano termoplástico ultrasint, também conhecido como TPU. Segundo a Stellantis, o uso do TPU é uma nova abordagem patenteada pelo grupo responsável pela Peugeot.

O processo de transformação de algo digital para 3D, começa com a transferência de um arquivo CAD (computer aided design) para uma impressora 3D. O processo funciona depositando um aglutinante em um pó combinando entre aglutinante para fundir o pó e um agente específico, conhecido como detalhista, para “alisar” a superfície.

Na fase de fabricação, a impressora 3D usa um cabeçote para aplicar seletivamente agentes de fusão e detalhamento a um leito de pó de polímero, que é então derretido por elementos de aquecimento para formar uma camada sólida. Após cada camada (80µm de espessura), adiciona-se mais pó ao leito anterior, e o processo se repete até que a peça esteja completa.

Já na fase de pós-processamento, quando concluída a construção, todo o leito de pó com as partes encapsuladas é enviado para uma estação de processamento onde a maior parte do pó restante é retirada por sucção a vácuo. As peças são então jateadas para remover o resíduo de pó antes de seguir para o departamento de acabamento para a fase final, onde são pintadas para melhorar a estética.

São diversas informações técnicas. Mas comparado a um processo manual, as coisas ficam bem mais simples na hora da fabricação. Além de facilitar, com uma liberdade de projeto mais abrangente e uma produção ágil. A impressão 3D ajuda no meio ambiente economizando recursos e resíduos. Ainda é algo recente, mas com vários incentivos de preservação mundial, outras empresas também irão utilizar na indústria automotiva.

print3d 0005 6239e136e1fee
Foto: Divulgação PEUGEOT
print3d 0004 6239e170a07fc scaled 1
Foto: Divulgação PEUGEOT
Redação
Redaçãohttps://www.revistafullpower.com.br
O guia que te ajuda a escolher seu próximo carro, acessórios, produtos e serviços automotivos.

━ Relembre ━

Inscreva-se em
nossa Newsletter

━ Mais Lidas da Semana ━

Não é fake: Entenda por que a Citroën vende uma van com duas frentes

Ninguém sabe se ela está indo ou voltando, e...

VW T-Cross 2025 tem visual renovado e mais itens, sem alterar os preços

SUV mais vendido do Brasil, o Volkswagen T-Cross acaba...

“Carro voador” da Embraer aparece em estágio avançado de produção

A Eve Air Mobility, empresa do grupo Embraer, revelou...

Adamastor Furia coloca Portugal no mapa dos países fabricantes de superesportivos

País conhecido pelos ótimos vinhos e pelo delicioso bacalhau,...