A próxima geração do Peugeot 308 GTi deverá pegar carona na onda dos hot hatches e trazer um incremento significativo de potência e um sistema eletrificado de propulsão. As informações são do site francês Caradisiac.

O hatch esportivo da Peugeot é atualmente impulsionado pelo conhecido motor 1.6 THP, gerando 270 cv de potência. A próxima geração da versão GTi, prevista para 2020, continuará usando um motor turbo a gasolina (provavelmente o mesmo THP), mas em conjunto com um sistema meio-híbrido, que poderá aumentar a potência dele em 30 cv, atingido a marca de 300 cv sob o capô, segundo a publicação.

A ideia é boa, uma vez que seus principais competidores, como o VW Golf GTI e o Ford Focus ST, por exemplo, vão ficar mais potentes também. Esta potência também o deixaria confortavelmente acima do novo Renault Megane R.S., equipado com motor 1.8 turbo de 280 cv.

Outra novidade da futura geração do Peugeot 308 será a plataforma EMP2 (já usada pelo 3008), que deve deixá-lo mais leve e mais comprido (incluindo na distância entre-eixos), além de originar versões hatch, sedã e perua do modelo.