A Peugeot apresentou o hipercarro que marcará o retorno da montadora francesa ao Mundial de Endurance, após um hiato de 11 anos. Batizado de 9X8, o modelo chama atenção pelo design ousado, que dispensa asa traseira tamanha a eficiência aerodinâmica, de acordo com o fabricante. Outras soluções curiosas são os aros de rodas esculpidos, as saídas de ventilação acima dos pneus dianteiros e os retrovisores integrados à carroceria.

O sistema híbrido do 9X8 é composto por um motor 2.6 V6 biturbo que alimenta o eixo traseiro e uma bateria de 900 Volts para o propulsor elétrico de 272 cv, responsável pelo eixo dianteiro e que entra em ação acima dos 120 km/h. A potência combinada é de 680 cv, conforme especificação do regulamento da categoria. O câmbio é automático de sete marchas e a tração, integral.

Ficou curioso pelo nome? Segundo a Peugeot, o 9 é usado por todo veículo de competição da marca, como o 905 e 908, vencedores das 24 Horas de Le Mans. O X evoca as tecnologias híbridas e de tração integral, enquanto que o 8 está ligado à atual linha de carros de rua da Peugeot. 

Serão usadas duas unidades do 9X8 na temporada 2022 do FIA WEC. No elenco de pilotos contratados pela Peugeot estão ex-pilotos de Fórmula 1 como Kevin Magnussen, Paul Di Resta e Jean-Eric Vergne – este último sendo mais conhecido pelo bicampeonato na Fórmula E.