A Porsche preparou uma homenagem ao seu modelo de mais sucesso. O 911 evolui com o tempo, mas sempre manteve a classe da primeira geração. Dessa vez, a fabricante se reuniu com a divisão de customização, Porsche Exclusive Manufaktur, para criar o 911 Sport Classic.  Um carro que veio para os puristas e entusiastas, trazendo potência, tração traseira e câmbio manual. 

Como era de se esperar, essa edição será uma série limitada em 1.250 unidades. E por várias partes, como no para-lamas dianteiros e interior existem plaquetas identificando que se trata de uma versão especial. No painel, próximo ao porta-luvas a Porsche também colocou um emblema dourado com a escrita 911. 

A cor de lançamento é inspirada no Fashion Grey do 356, o antecessor do 911. Um cinza chamado de Sport Grey Metallic, com linhas no capô, teto e escrita Porsche na lateral em cores mais claras. Nas portas, um círculo possui um número que o proprietário pode escolher entre 00 e 99. Caso prefira um visual menos “racing” é possível eliminar o espaço. Além disso, para redução de peso o teto e o capô são em fibra de carbono. 

Para lembrar os 911 de antigamente, as rodas de aro 20” e 21” remetem às clássicas Fuchs do 911s do ano de 1967. Os logos são do mesmo modelo do ano 1963. Na traseira, a escrita “Porsche 911” recebeu um requinte maior com a finalização em ouro verdadeiro. No painel o acabamento é em couro, assim como nas portas que possuem detalhes em madeira Paldao. Nos bancos a parte central é em xadrez e o couro Semi-Aniline com a técnica já utilizada no 918 spyder, com pintura em apenas uma camada. 

Divulgação/Porsche

O grafismo do painel tem origens do modelo 356, com as escritas em verde junto com o painel digital em mesmo tom. No centro do conta-giros, o nome Sport Classic faz questão de deixar registrado a exclusividade do modelo. A chave, vem na cor Fashion Grey e com uma capa em couro para o proprietário guardar com todo o cuidado. 

Buscando um equilíbrio na carroceria, a suspensão vem com a calibração do sistema Porsche Active Suspension Management com altura reduzida em 10 mm. Os engates do câmbio foram encurtados e possuem o punta-tacco automático quando é feita a redução de marchas. Além disso, essa versão exclusiva do 911 vem com eixo traseiro direcional e rodas de cubo rápido com freios em composto cerâmico.  

A mecânica, e todos os apetrechos que acompanham a motorização, fazem do 911 Sport Classic, um carro de corrida relembrando os tempos de 24h de Le Mans. O Porsche vem com um 3.7 de 6 cilindros boxer biturbo, com turbos de geometria variável capaz de entregar 550 cv com o câmbio manual de 7 marchas. Para melhorar a experiência, a fabricante alemã diminuiu o isolamento acústico deixando o escapamento esportivo falar mais alto. Vale lembrar que esse 911 é somente tração traseira. 

Sem preço definido, o novo Porsche 911 manual chega ao Brasil no segundo semestre. Por ser uma versão limitada, talvez venha apenas as unidades que foram adquiridas, sem sobrar para as concessionárias.

Divulgação/Porsche

Divulgação/Porsche