O que é esse tal de Progetto 363? Trata-se do novo SUV compacto da Fiat, que deve ser apresentado oficialmente no início de maio, na decisão do Big Brother Brasil 2021. Derivado do Argo, 95% da plataforma dele será idêntica à do hatch. O veículo está sendo desenvolvido no Design Center América do Sul, em Betim (MG), onde também será produzido. 

Sua receita é semelhante à do Volkswagen Nivus, que é o SUV do Polo. E será justamente o Nivus o seu principal concorrente. Pelo que andam dizendo nos bastidores, o novo Fiat terá 4,10 metros de comprimento, 1,54 m de altura e 1,76 m de largura, sendo portanto 10 centímetros mais comprido, 4 cm mais alto e 3,6 cm mais largo que o Argo.

E o design? A dianteira do modelo seguirá o estilo da nova picape Strada, mas com personalidade própria e também mais refinamento, digamos assim. Os faróis serão mais afilados que os do Argo e 100% de led na versão topo de linha. Também chamará atenção um filete cromado que separa a grade e os faróis do capô, além do nicho dos faróis de neblina, algo ao estilo Fiat Toro.

Na lateral, a clássica receita de molduras plásticas nas caixas de roda será encontrada no novo Fiat, claro. Falando em rodas, o SUV terá opção de 17 polegadas para as versões mais caras. A traseira tende a ser a parte mais estilosa do carro. A tampa do porta-malas terá um leve ressalto e as lanternas serão bem mais finas.

Por dentro, devemos ter uma cabine praticamente idêntica à do Argo. A novidade no SUV será o volante, com parte central inédita, em formato retangular. Já os comandos de som e piloto automático são os mesmos que a gente tem no Argo, no Cronos, na Toro e nos atuais Jeep Renegade e Compass.

Motorização: o novo SUV da Fiat terá duas opções de motor. O 1.3 firefly, de 109 cv e 14,2 kgfm, estará na versão de entrada, que deve ter como novidade um câmbio CVT, em vez do automático de seis marchas usado no Argo, no Cronos, na Toro e no Renegade 1.8. Nas opções mais caras, o SUV virá com o novo motor 1.0 firefly turbo, de três cilindros, duplo comando variável e potência na casa dos 130 cv. O torque deve ficar entre 17 e 19 kgfm. Para o novo motor turbo, o câmbio será sempre automático do tipo CVT.

Tecnologias: o novo SUV deve contar com câmera frontal, Wi-Fi a bordo e chip embarcado que possibilitará pagamentos em drive thru e postos de gasolina sem necessidade de uma tag como as de pedágio eletrônico. E como vai se chamar esse novo SUV? Cinco nomes foram registrados pela Fiat no Instituto Nacional da Propriedade Industrial: Revo, Pulse, Tuo, Domo e Nord. Nomes curtos, assim como diversos carros atuais da marca: Mobi, Argo, Cronos e Toro.

Para finalizar, vamos falar sobre a data de lançamento e preços. A revelação do novo SUV vai ser na decisão do BBB21, no início de maio, mas a chegada às lojas ocorrerá só em outubro. Um dos motivos para o lançamento ser tão longe é reflexo da pandemia: a grave escassez de matéria-prima na indústria automotiva, principalmente em relação a chips e componentes eletrônicos.

Quanto aos preços, a Fiat costuma ser bem agressiva nas estratégias de lançamento. Basta lembrar como foi a estreia da nova Strada: a picape chegou com valores atrativos na época e tá até hoje vendendo mais que pão quente. O novo SUV mira o Volks Nivus, que hoje custa entre R$ 94 mil e R$ 110 mil. Nosso palpite é que o Fiat chegará um pouco mais barato que o seu rival. Anota aí a aposta: preços entre R$ 90 mil e R$ 105 mil. SUV do Big Brother. Você aposta na liderança do novo Fiat ou manda ele para o paredão? Deixe aí o seu comentário.