A Fórmula 1 é o maior campeonato do automobilismo mundial. A mídia em cima dos pilotos é muito concorrida, e cada um se transforma em verdadeiros “modelos” de seus patrocinadores. Assim como existe o lado bom, também tem o ruim, e um deles, talvez o principal, é o carro que os condutores das equipes dirigem pelas ruas quando estão em dias de folga.  

Na teoria, muitas montadoras (Ferrari, Mercedes, Aston-Martin, Alpine, McLaren), que participam da F1, exigem que seus pilotos utilizem os carros da fabricante. Antigamente, desobedecer a ordem poderia causar problemas, mas hoje em dia as coisas estão mais flexíveis.

Nesta semana, um raro Porsche Carrera GT foi anunciado para venda e viralizou nas mídias sociais, não por ser “simplesmente” um Porsche, mas por se tratar de um exemplar do heptacampeão Michael Schumacher. A história por trás deste exemplar está quando o veículo foi comprado através da empresa de seu empresário.

O Carrera GT chegou na garagem de Schumacher em abril de 2004, após ser encomendado na concessionária Porsche de Leipzig. O modelo do piloto veio pintado na cor preta, incluindo rodas e interior. Ainda assim, o esportivo foi solicitado com alguns opcionais de CD player, rádio e ar-condicionado. Até o momento, conta com apenas 14 mil km rodados. 

Divulgação/Elferspot

Com apenas 1.270 unidades, o Porsche Carrera GT é um superesportivo icônico do automobilismo mundial. O projeto surgiu através da construção de um carro de corrida que não foi executado, se transformando em um veículo de rua. Todo desempenho vem através de uma tecnologia que até hoje não é muito utilizada, com a  carroceria feita de plástico reforçado com fibra de carbono.

Debaixo do capô, um motor raiz é o responsável por fazer o Carrera GT acelerar forte. Se trata de um V10 5.7 aspirado capaz de gerar 612 cv de potência com 60,2 kgfm de torque a 5.500 rpm. A alta performance do “Porschão” faz o superesportivo acelerar de 0 a 100 km/h em 3,9 segundos com a velocidade máxima de 330 km/h. Vale lembrar, que o câmbio é manual de seis marchas.  

O modelo está sendo vendido na Alemanha por uma loja chamada Roock Sportsystem, especializada em modelos da Porsche. O exemplar ainda conta com um adesivo do logotipo de Schumacher na traseira. Por se tratar de um modelo exclusivo em dois sentidos – Carrera GT de Schumacher – deve custar um valor superior a 2 milhões de euros, o equivalente a R$ 10 milhões de reais na cotação atual. 

Divulgação/Elferspot