A Honda apresentou nesta semana a linha 2019 reestilizada do NSX. O híbrido esportivo (cuja primeira geração contou com a ajuda de Ayrton Senna no desenvolvimento) recebeu atualizações discretas no visual, como o friso da grade dianteira, que agora passa a ser na cor da carroceria e não mais prata. Mas a principal mudança está longe dos olhos.

O modelo ganhou barras estabilizadoras mais grossas, que o deixaram 26% mais firme na dianteira e 19% na traseira. A modificação, combinada com os novos pneus Continental SportContact 6 desenvolvidos exclusivamente para o carro japonês, melhoraram em quase dois segundos o tempo de volta do NSX no circuito de Suzuka, de acordo com o fabricante.

A motorização do NSX, que na reestilização passa a oferecer opção de cor laranja, não mudou. Continuam em cena os propulsores 3.5 V6 biturbo central à gasolina e os elétricos nos eixos, que totalizam 580 cv e 65,7 kgfm. A transmissão é de dupla embreagem e nove marchas. Nos EUA, o preço do esportivo parte de 157.500 dólares, o equivalente a R$ 642.600.