Um Ford Mustang de primeira geração sem seu tradicional V8 e com motor elétrico? É nisso que a empresa russa Aviar Motors está trabalhando. Nada menos que o primeiro pony car elétrico do mundo, segundo a companhia.

O modelo batizado de R67 é inspirado no Mustang Fastback de 1967 e conta com dois motores elétricos, um em cada eixo. Juntos, totalizam expressivos 840 cv e 98,6 kgfm de torque. De acordo com a Aviar, a releitura do muscle car será capaz de atingir 100 km/h em apenas 2,2 segundos e máxima de 250 km/h, limitada eletronicamente.

A autonomia das baterias será de mais de 500 km, número que impressiona, a considerar a elevada potência do conjunto. Mas e o clássico ronco do Mustang? Para não desapontar os entusiastas, o fabricante instalará um sistema de som externo que simula o berro do Shelby GT500.

Com chassi de alumínio e carroceria de fibra de carbono, o Mustang 1967 elétrico esbanja itens de modernidade. Por fora, há faróis e lanternas de led, maçanetas retráteis, rodas de liga-leve de 20 polegadas e defletor com acionamento automático em velocidades acima de 120 km/h.

A cabine chama atenção com uma enorme tela multimídia vertical de 17” no console, tal como nos modelos da Tesla. Quadro de instrumentos 100% digital, teto solar panorâmico, partida por botão e ar-condicionado de duas zonas são outros recursos de comodidade que estarão no Mustang elétrico, que será vendido sob encomenda. Prazo para entrega e preços, no entanto, ainda são desconhecidos.