Acabou o mistério. A nova geração 992 do Porsche 911 foi flagrada praticamente sem camuflagem nenhuma pelo site Carscoops. Agora dá para ver exatamente quais são as mudanças que o icônico esportivo de Stuttgart vai levar para o Salão de Paris, quando será apresentado oficialmente em outubro.

O visual da geração 992 não promove nenhuma novidade dramática no 911. No geral, o modelo mantém a sua silhueta conhecida e os faróis redondos. Porém, ninguém vai precisar de lupa para notar as diferenças. O capô do esportivo traz dois vincos novos bem destacados e o para-choque está maior e com formato mais quadrado em comparação com o modelo atual. Só com essas dicas já dá para ver que se trata de um 911 novo. O DRL de LED e as setas continuam incorporadas nos filamentos das extremidades do para-choque, mas aparentemente estão mais finos. A entrada de ar central ficou maior agora.

Nas laterais, outra dica do 911 992 são as maçanetas, que agora são integradas à lataria das portas, em vez de saltadas para fora. Além do aspecto estético mais esguio, a alteração pode ter uma justificativa aerodinâmica também (e é certa tendência da indústria atualmente). A traseira do cupê é o ângulo que mais evidencia que você está olhando para um 911 novo. Como adiantamos no começo do ano, o 911 vai se juntar aos demais modelos da Porsche ao contar com as lanternas conectadas por um filete de LED, a exemplo dos 718 e Panamera. O para-choque de trás também está mais encorpado, tal qual o dianteiro, e a posição da placa se moveu para baixo, entre as saídas duplas de escape (duplas no caso da unidade flagrada, que parece se tratar da versão Carrera S).

O que ainda falta confirmarmos são os números da ficha técnica do novo 911, algo que só deve ser divulgado pela Porsche na ocasião de lançamento do modelo. A imprensa internacional especula que o motor 3.0 de seis cilindros boxer terá 390 cv na versão Carrera e 450 cv na Carrera S.