A Volkswagen confirmou nesta semana, durante um evento de pré-estreia dos novos Polo GTS e Virtus GTS, que os dois esportivos serão lançados apenas no ano que vem, para a tristeza dos fãs da tradicional sigla que apostavam na chegada da dupla ainda em 2019 às lojas. Teremos que esperar um pouco mais, fazer o quê?

Como sabido desde a apresentação dos veículos ainda como conceito no último Salão do Automóvel, os novos GTS serão equipados com motor 1.4 turbo flex de 150 cv e 25,5 kgfm de torque, utilizado atualmente por Jetta e T-Cross. Câmbio manual? Infelizmente não! Só haverá opção de caixa automática de seis marchas.

Outras diferenças da versão GTS para o restante da linha de Polo e Virtus serão as suspensões recalibradas – com barra estabilizadora mais grossa na dianteira e eixo mais rígido atrás -, faróis 100% de led e com assinatura DRL, bancos esportivos, rodas de liga leve de 17 polegadas, muitos detalhes vermelhos na cabine e a inscrição GTS estampada na carroceria, claro!

Os preços só serão revelados no próximo ano, mas a estimativa continua sendo para uma cifra inicial na faixa dos R$ 90 mil para o Polo GTS e de R$ 100 mil para o Virtus GTS.