A Ford já admitiu há algum tempo que pretende lançar uma versão híbrida do Mustang, o que seria no mínimo interessante de se ver, já que é uma mescla simbólica da receita clássica de um típico muscle car americano com a tendência contemporânea de eletrificação dos esportivos. Mas agora a gente pode ter mais detalhes do que esperar dessa variação dele, ao menos segundo apuração da revista americana Motor Trend.

O Mustang Hybrid certamente vai ser equipado com o motor 2.3 EcoBoost de quatro cilindros em linha, que já está presente na versão de entrada dele. Segundo a publicação, o motor elétrico seria instalado logo abaixo dele, entre o motor e o câmbio. Este último, aliás, seria o automático de dez marchas. A fonte ainda diz que essa receita seria mais convencional, ou seja, em vez de um plug-in, o Mustang Hybrid poderia percorrer somente alguns quilômetros em modo elétrico.

Mas o que importa pra gente é saber o quanto de potência esse sistema vai atrair. A matéria especulou que o modelo poderia ter cerca de 400 cv e mais do que 55 kgfm de torque. Se não dá para confirmar estes números ainda, pelo menos eles cumpririam com a meta da Ford que é entregar desempenho de V8 ao Mustang híbrido (a versão V8 base tem 466 cv e 57,9 kgfm de torque), com uma aceleração de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos.