O Volkswagen Golf é um dos hatches mais admirados entre entusiastas por ser um esportivo polivalente, principalmente na versão GTI. Ou seja, dá para ir no mercado, usar no dia a dia e ainda tirar onda em track days, tamanha é a habilidade do carro em entregar potência e uma dinâmica apurada. Porém, quando você fala em super hatches topos de linha, a versão R do Golf, a mais nervosa do modelo, com 300 cv no motor, não consegue fazer muita frente com rivais que já atingiram potência perto dos 400 cv. Mas a Volkswagen quer mudar isso.

Segundo informações da revista britânica Auto Express, Jurgen Stackman, chefe de vendas e marketing da marca, afirmou que a oitava geração do Golf terá uma versão R digna dos adversários contemporâneos no segmento. “A versão R será extrema. O papel da versão R é que ela pode ir além do racional. Ninguém precisa de um carro compacto com 400 cv, mas existe espaço para isso? Certamente, e esse é o lugar do Golf R”, explicou Stackman.

De fato, o Golf R atual é uma versão “pé-no-chão” demais quando colocada em perspectiva com outros modelos semelhantes. É claro que 300 cv e um conjunto de suspensão todo dedicado à esportividade não são de se ignorar, mas à primeira vista (e ao volante) o Golf R não traz a mesma brutalidade que vemos num Audi RS 3 ou Mercedes-AMG A 45, por exemplo. Até mesmo o Honda Civic Type R, que não fica muito à frente em potência, é tido como mais apelativo que o R, tanto pelo visual quanto por sua dirigibilidade.

Com essa declaração de Stackman, podemos esperar, então, que o próximo Golf R chegue perto dos 400 cv, para acompanhar a tendência do segmento. Para isso, ele pode continuar com o motor 2.0 turbo de quatro cilindros, mas, quem sabe, adotar um sistema meio-híbrido de 48V junto com booster elétrico e, assim, extrair mais fôlego desse motor. A transmissão continuaria sendo de dupla embreagem de 7 marchas mais tração nas quatro rodas (4Motion).

Isso também pode significar uma forte personalização do hatch, que, seguindo o espírito da geração atual, não bebe em nada na fonte “extrema” que o manda-chuva da VW almeja pra ele. O carro é bastante “sleeper”, considerando sua capacidade esportiva.

Agora resta esperar até 2020, ano em que a imprensa gringa especula que o Golf R novo chegará, para ver se a marca vai cumprir com esse objetivo de deixar o Golf R mais insano!