Por Carlos Cereijo / Fotos: João Mantovani

Quem vê este Golf Mk3 turbo e alargado já imagina que a pista de corrida seja o habitat dele. No entanto, algumas dicas mostram que o Volkswagen ano 1997 tem outros objetivos. O primeiro indício é a suspensão a ar. Outro, é o sistema de freios ainda original. Para entender melhor este projeto, é preciso saber o que o metalúrgico Ediel Alexandre, dono da caranga, planejava desde o começo. Ele já tem há alguns anos um Fox, mas em setembro de 2014 realizou o sonho de ter um Golf.

golf-gti-mk3-fullpower-5

“Sempre quis ter um e, finalmente, consegui começar o projeto”, lembra. O plano de Ediel era misturar no Golf os estilos de customização do Japão e da Alemanha. Algo que ele mesmo admite que não agrada a todos os gostos. Para chegar ao estágio que está hoje, o hatch percorreu uma série de modificações. Todas feitas pela equipe da Spportcarbr sob o comando de Eric Inafuku.

golf-gti-mk3-fullpower-2
BX GGRodas_610x200
Assim que saiu da loja, original e em bom estado, o Golf ganhou réplicas das rodas Work CR aro 15 tala 8, calçadas com borrachas 205/50. “Prefiro um pneu borrachão. Não gosto de stretch”, conta Ediel. Para perder a cara de mexicano, o Volkswagen ganhou para-choques e piscas do irmão alemão. O spoiler dianteiro é da versão VR6 e as saias laterais são universais. A grade, difícil de encontrar, é lisa e com dois filetes. Os faróis são Hella Quad Twin e as lanternas “tricolores” vêm do GL. Para completar o visual “dicurrida”, há um extrator de ar feito sob medida na traseira e claro, os fenders importados que abraçam as rodas maiores. “Naquela época, só baixei as molas do carro para a altura certa”, explica.

golf-gti-mk3-fullpower-3
Por dentro, o Golf ganhou rollcage desmontável e perdeu a fileira de bancos na traseira. O motor 2.0 permaneceu original, mas pode falar mais alto com novo escape que só tinha um abafador no final. “O carro ficou pronto e eu curti por um tempo. Depois percebi que todo aquele visual não combinava com o motor original. Eu também não gostava dos bancos que estavam no Golf”, lembra Ediel. Em junho de 2015, uma nova lista de modificações começou a ser feita.

golf-gti-mk3-fullpower-14

BX Cral_610x200
O primeiro alvo foi o motor, que ganhou um kit da Beep Turbo com turbina MasterPower .50 e downpipe. Para aguentar o tranco, o virabrequim é mais parrudo. A polia regulável, a nova bomba d`água e os bicos injetores com maior vazão completam os upgrades. O motor, que agora bebe etanol, passou por retífica e está com a injeção eletrônica original. “Ainda estamos acertando o motor e rodando com 0,5 kg de pressão. A estimativa é que tenha entre 170 cv e 200 cv”. O objetivo, segundo Ediel, e colocar uma injeção programável em breve e rodar com 1 kg.

golf-gti-mk3-fullpower-16
A estética do cofre não foi esquecida. O compartimento foi pintado em vermelho córdoba, o bloco e periféricos de preto vinílico e preto brilho. Uma chapa de aço feita sob medida serve de parede corta fogo. Dentro do carro, a primeira mudança a se notar e o tanque de combustível em aço inox feito especialmente para o Golf. Ediel desenhou o tanque e o rollcage, ambos feitas pelo colega metalúrgico, Leandro Morais. “Ajudei ainda na pintura do santo antônio e na montagem do tanque”, diz Ediel.

golf-gti-mk3-fullpower-15

Ediel projetou o rollcage e o tanque de inox. Ele também ajudou a mntar o reservatório e a pintar o santantônio

O espaço do estepe, no assoalho do porta-malas, foi usado para acomodar o novo reservatório. O escape agora atravessa o meio do Golf e tem abafador central. Tudo para poder sair por uma ponteira dupla no centro do extrator traseiro. O diâmetro também mudou, saiu de 2”para 2,5”.

golf-gti-mk3-fullpower-7

Painel tem manômetros da suspensão a ar. Volante Sparco usa cubo de saque rápido da Lotse

Ainda dentro do Volkswagen, dá para ver os bancos concha da AMB. O volante Sparco vem combinado com o cubo de saque-rápido da Lotse. A manopla de câmbio também é da Sparco e os tapetes da Momo. No lugar do banco traseiro, dá para ver ainda o sistema de suspensão a ar Tebão, de 8 mm. Quando tudo está vazio, o Golfão se deita sobre as novas rodas BBS RK 17×8 calçadas com pneus Toyo Proxxes4 na medida 205/40. “A furação original é 4×100, por isso usamos adaptadores de 5×110, sendo 30 mm na dianteira e 35mm na traseira”, explica Ediel.

golf-gti-mk3-fullpower-8

Bancos concha da AMB não reclinam, mas correm no trilho. Console tem relogios do turbo. Manopla de câmbio é da Sparco

Lembra que o Golf foi feito também no estilo japonês? De lá, mais precisamente dos caras da Liberty Walk, vem a inspiração para os adesivos pretos nas portas. Uma discreta bandeira do Brasil vem no começo da frase em inglês “Imagine all the people living life in STONED”. Esta última palavra, que nos carros a Liberty Walk é “peace”, faz referência ao blog de Ediel.
BX Alumini_610x200

golf-gti-mk3-fullpower-6
A polêmica combinação de suspensão a ar e velocidade não incomoda a cabeça do dono. Para quem sempre sonhou — e conseguiu — ter um Golf do seu jeito, não é o “mimimi” de alguns que vai impedir de fazer isso.

Mais Imagens:

golf-gti-mk3-fullpower-13 golf-gti-mk3-fullpower-11 golf-gti-mk3-fullpower-10 golf-gti-mk3-fullpower-9 golf-gti-mk3-fullpower