A Volkswagen apresentou oficialmente nesta semana o Taigo, versão europeia do Nivus, só que com muito mais recheio em relação ao crossover brasileiro. O modelo produzido na Espanha tem parachoques exclusivos, grade iluminada à la Taos, conta também com faróis de led Matrix nas versões mais caras, rodas de liga leve de 16 a 18 polegadas, lanternas que se interligam por um filete vermelho na tampa do porta-malas, acabamento mais refinado na cabine e, debaixo do capô, o destaque é a opção de motor 1.5 turbo.

O Taigo, ao contrário do Nivus, será oferecido com três opções de motorização: 1.0 TSI de 95 cv, 1.0 TSI de 110 cv e 1.5 TSI de 150 cv. O câmbio é sempre manual de cinco marchas para o 1.0 menos potente e pode ser automático de seis ou DSG de sete velocidades e dupla embreagem nos demais propulsores, respectivamente. De acordo com a Volks, a novidade atinge velocidade máxima de até 212 km/h com o 1.5.

Entre as tecnologias, destaque para recursos como piloto automático adaptativo com função stop and go, reconhecimento de placas e assistente de permanência de faixa. Sabe o teto solar que tanto gostaríamos de ver no Nivus? Pois é, o Taigo oferece como opcional e também esbanja outros itens inexistentes no SUV brasileiro, como ar-condicionado de duas zonas, cluster digital com exibição de GPS e carregador de celular por indução.