Depois do teaser, enfim, a revelação do carro. A Chevrolet mostrou nesta quinta-feira (21), na China, a primeira imagem oficial da nova geração do Prisma, que no país asiático atenderá pelo nome de Onix Sedan. Quando for lançado aqui, no fim do ano, a nomenclatura continuará sendo Prisma, fique tranquilo.

O interessante da divulgação do nome Onix Sedan é que, a partir de agora, esse batismo passa a ser uma marca global da GM. Feita sobre a plataforma GEM, a linha Onix será composta pelo sedã, por um hatch (Onix), SUV (Tracker), picape média-pequena (futura rival de Fiat Toro, Renault Duster Oroch, VW Tarok e cia) e um crossover (sucessor da Spin). O lançamento de todos deve ocorrer até 2022.

Sobre a foto do novo Prisma, chamam atenção os detalhes esportivos alusivos à versão Redline – oferecida na China -, os faróis afilados que deixaram o modelo bastante parecido com o Cruze, a grade mais bem trabalhada, o novo formato dos faróis de neblina e as lanternas com linhas de led, que também remetem às do irmão Cruze. O interior do carro ainda não foi mostrado.

E é possível notar claramente a evolução das medidas. Como já havíamos dito, o novo Prisma cresceu: está com 4,47 metros de comprimento (19 cm extras), 1,73 m de largura (+ 3 cm), 1,47 m de altura (igual) e 2,6 m de entre-eixos (+ 6 cm).

Na China, o Prisma contará com a nova linha de motores da Chevrolet, podendo ser equipado com o 1.3 aspirado de 103 cv ou o 1.0 turbo de 120 cv, com transmissão automática de seis marchas. Esses dois motores devem equipar o sedã também no Brasil. #QUEREMOS!