Ele já deu as caras no Brasil, durante a última edição do Salão do Automóvel, para sentir a reação dos consumidores. Agora, a Ford confirma que o SUV Territory será mesmo vendido no país, a partir do ano que vem. Inicialmente, o futuro rival do Jeep Compass virá importado da China, mas há a possibilidade de ser produzido na Argentina – na fábrica de General Pacheco onde o Focus era produzido -, passando a vir de lá num segundo momento.

Nada foi dito ainda sobre motorização e preços, mas se a meta é encarar de frente o utilitário-esportivo da Jeep, podemos então imaginar cifras entre R$ 110 mil e R$ 140 mil para o SUV baseado no modelo chinês Yusheng S330, da Jiangling Motors. No país asiático, aliás, o Territory utiliza motor 1.5 turbo de 145 cv e câmbio automático de seis marchas.

“A resposta dos consumidores ao Territory foi excelente, especialmente nos aspectos chaves de design externo e interno, espaço e tecnologia”, afirmou o presidente da Ford América do Sul, Lyle Watters. “Eu disse então ao nosso time que tínhamos de arregaçar as mangas e trazer rapidamente esse veículo para os consumidores da região. É uma satisfação confirmar agora que ele será lançado no Brasil e na Argentina em 2020.”

Com 4,58 metros de comprimento, 1,93 m de largura, 1,67 m de altura e 2,71 m de entre-eixos, o Ford Territory apostará forte em equipamentos e conectividade. Segundo o fabricante, o SUV terá carregador de celular por indução, central multimídia e quadro de instrumentos digital com tela de 10”, conexão de internet via modem, Apple CarPlay com conexão via wireless, além de controle de cruzeiro adaptativo, alerta de colisão, assistente de ponto cego e de manutenção de faixa, e park assist com câmera de 360 graus.