Dia 10 de julho de 2019. A data de ontem será lembrada como o dia em que a última unidade do Fusca saiu da linha de produção na fábrica da Volkswagen em Puebla, no México. O clássico Besouro está oficialmente aposentado após 81 anos de história.

O exemplar de despedida é da série Last Edition e não será vendido. De acordo com o fabricante, ele ficará exposto no museu da montadora, lá mesmo no complexo mexicano. E sabe quem ocupará o espaço deixado pelo Fusca na linha de montagem? Um SUV, pra variar! Será o Tarek, SUV médio que chegará em breve ao Brasil, posicionado abaixo do Tiguan.

A aposentadoria do Fusca, entretanto, não é nenhuma novidade. A Volkswagen já havia sinalizado isso nos últimos meses, deixando bem claro com o lançamento da versão Last Edition. A configuração especial se diferencia por detalhes cromados, espelhos da cor da carroceria, limpadores de faróis com jatos d’água aquecidos, entre outros itens exclusivos. Seu motor é um 2.0 turbo a gasolina, que desenvolve 180 cv e 25,4 kgfm de torque. O câmbio é automático de seis velocidades e a tração, dianteira.

Em sua rica história, o Fusca teve três gerações. A última foi lançada em 2011, sobre a plataforma do Golf, e teve como destaque a adoção do nome local conforme cada mercado em que era vendido: Beetle nos Estados Unidos, Käfer na Alemanha, Vocho no México, Fusca no Brasil e por aí em diante. #ADEUSFUSCA