A Porsche já comercializa em sua rede de concessionárias do Brasil a linha reestilizada do Macan, que já tem inclusive 301 unidades encomendadas. Mesmo com as mudanças visuais que o deixaram mais parecido com o novo Cayenne e trazendo novidades na lista de equipamentos, o SUV de entrada da marca alemã teve seu preço mantido: parte de R$ 329 mil.

O conjunto mecânico não sofreu alterações. Permanece em cena o motor 2.0 turbo de 252 cv e 37,7 kgfm de torque combinado com o câmbio de dupla embreagem e sete marchas. De acordo com a Porsche, o modelo vai de zero a 100 km/h em 6,7 segundos e atinge velocidade máxima de 225 km/h.

No visual, a mudança mais significativa é notada na traseira, graças à adoção de uma faixa luminosa tridimensional que atravessa a tampa do porta-malas e se conecta às lanternas. A dianteira recebeu faróis de led e sistema de iluminação dinâmica, que controla a distribuição de luz de forma adaptativa. Destaque também para a nova grade, que faz o SUV parecer maior.

Dentro do Macan há uma central multimídia com tela maior, de 10,9 polegadas e sensível ao toque, com interface personalizável. Também são novidades o para-brisa com aquecimento, o ar-condicionado com ionizador para melhorar a qualidade do ar e o botão Sport Response para selecionar os modos de condução. Há como opcional o volante esportivo GT, inspirado no do 911.