Eu tenho certeza que muitos fãs da Ducati XDiavel acham que ela tem um visual meio sinistro. A amplitude do tanque em contraste com o banco encurtado, a roda gigante atrás lembrando uma turbina de avião e o quadro de aço tubular destacado para fora dão todo um aspecto imponente para a motona, né?

Agora dá uma olhada como ela ficou depois de passar pelas mãos do Fred Krugger. Calma que não é o cara do pesadelo, mas sim o preparador belga que transformou a cruiser italiana numa cafe racer bem mafiosa.

O Krugger trocou todos a carroceria curvada da moto para uma disposição horizontal, deixando banco e tanque bastante uniformes. O quadro trellis ficou escondido e o guidão está mais curtinho. Do design original só restaram a roda traseira e o farol com assinatura de LED em “U”.

A mecânica também ficou preservada nas mãos do Krugger, com exceção da suspensão um pouco rebaixada para equilibrar melhor a moto com o novo visual. Ela continua com um motor bicilíndrico de 1.200 cc quase em L, de monstruosos 156 cv a 9.500 rpm e 13,1 kgfm de torque.

Pintada de preto gloss, o preparador levou a arte dele para um evento em Spa-Francorchamps, na Bélgica, rebatizada de Thiverval, em homenagem a um circuito antigo charmoso na grande Paris, na França.

Diz aí se você curtiu a pegada ainda mais sinistra da Thiverval!