Com o SUV e-tron já à venda no Brasil e a confirmação da vinda do e-tron Sportback ao país ainda neste ano (o anúncio foi feito nesta semana pela própria Audi, durante uma live no Youtube), só nos resta esperar agora pela chegada do e-tron GT, futuro rival de Porsche Taycan e Tesla Model S. 

O cupê elétrico de quatro portas será apresentado em versão de produção no fim do ano, no Salão de Los Angeles (EUA), e de acordo com o presidente da Audi do Brasil, Johannes Roscheck, há planos para um terceiro modelo elétrico em nosso país. Seria ele o e-tron GT? É o que tudo indica e torcemos por isso! Vale lembrar que a Audi prometeu lançar 12 veículos da linha e-tron até 2025.

Na gama Audi, o e-tron GT deve ser posicionado entre o TT e o R8. Ele conta com dois motores elétricos, um em cada eixo, que lhe garantem potência máxima de 590 cv e aceleração de zero a 100 km/h em 3,5 segundos. A velocidade máxima é limitada em 240 km/h e a tração, integral, com vetorização de torque e frenagem regenerativa de alta potência.

Instalada no assoalho plano, a bateria de 90 kWh confere ao esportivo alemão uma autonomia superior a 400 km. Esportividade pressupõe rapidez, né? Nada melhor então que um sistema de carregamento super rápido, que recupera 80% da potência da carga em 20 minutos.

Com 4,96 metros de comprimento, 1,96 m de largura, 1,38 m de altura e porta-malas de 450 litros, o e-tron GT merece destaque também por trazer elementos de estilo que já vêm sendo utilizados nos novos carros da Audi, como a grade frontal e lanternas mais afiladas, além das invocadas rodas de 22 polegadas. Promete dar trabalho para os rivais.