Você teria um carro de fabricante chinês de mais de R$ 100 mil? Seja qual for a resposta, o fato é que acabam de ser lançados no Brasil dois modelos de montadoras asiáticas, com preços acima de cem mil pilas. São os novos Caoa Chery Tiggo 7 e JAC T80, que têm tabela inicial de R$ 106.990 e R$ 139.990, respectivamente.

Com porte de Jeep Compass, o Chery Tiggo 7 será vendido nas versões T e TXS. Esta última, topo de linha, custa R$ 116.990 e se difere pelo pacote de equipamentos mais recheado. A motorização em ambas é a mesma: motor 1.5 turbo flex de até 150 cv e 21,4 kgfm de torque, combinado com transmissão de dupla embreagem e seis marchas. A tração é dianteira.

De série, o Caoa Chery Tiggo 7 traz rodas de liga de 17 polegadas, controle de estabilidade, chave presencial, ar-condicionado digital com saída de ventilação para o banco de trás, central multimídia com tela de 9″ e possibilidade de espelhamento de smartphones, freio de estacionamento elétrico e luzes diurnas de led. A TXS acrescenta rodas de 18″, ar digital de duas zonas, teto solar panorâmico, banco do motorista com ajustes elétricos e bancos dianteiros com aquecimento, além de airbags laterais e de cortina.

Mais caro e também com um porte bem maior, o JAC T80 tem carroceria de sete lugares e vem equipado com motor 2.0 turbo a gasolina de 210 cv e 30,6 kgfm. Tal como no Tiggo 7, o câmbio é de dupla embreagem e seis marchas e a tração, dianteira. O JAC será vendido em versão única, mas com possibilidade de adição de um pacote de opcionais composto por teto solar panorâmico e sistema de som Hi-Fi de 280 watts e dez alto-falantes. Com esse kit, o preço sobe de R$ 139.990 para R$ 145.990.

De série, o T80 traz  direção elétrica, ar-condicionado digital de duas zonas, bancos dianteiros com ajuste elétrico, seis airbags, freio de estacionamento elétrico, controle de estabilidade e tração, monitor de pressão dos pneus, assistente de partida em rampa, sensor de chuva, acendimento automático dos faróis, luzes diurnas de led, vidros e travas elétricas, retrovisores elétricos com rebatimento, painel digital com tela de 12,3”, central multimídia de 10” com espelhamento de Android e iOS, chave presencial e câmera 360°.

A meta da JAC com o novo T80 é de emplacar entre 50 e 60 unidades por mês. Já a Caoa Chery aposta em cerca de 400 vendas mensais do Tiggo 7, que é produzido em Anápolis (GO) ao lado do Tiggo 5x e do Hyundai ix35 – o T80 é importado da China.