A gente deu a letra aqui na FULLPOWER há um mês que a Toyota quer entrar de cabeça no segmento de carros esportivos ou versões mais nervosas e preparadas dos modelos da marca. A onda começou com o Toyota Yaris GRMN, mas está longe de parar por aí.

Nesta terça-feira, a Toyota surpreendeu todo mundo quando divulgou imagens de vários carros dela trabalhados pela Gazoo Racing, o braço de competição e preparação da marca, que será responsável por essa transformação do portfólio dos japas. Do Yaris ao Prius, todos os modelos dela, praticamente, já serão oferecidos com diferentes níveis de preparação.

Line up da Toyota/Gazoo Racing

Os GRMN são o nível máximo de esportividade, com tudo o que têm direito na Gazoo Racing. Mexem no motor (ou trocam ele por outro maior e mais potente, como é o caso do Yaris), suspensão, freios…pacote completo para colocar o carro em condição de pista. Os GR Series também passam por um trabalho extenso, mas que não incluir anabolizar o motor. Neste nível os caras reforçam ou trocam a suspensão, instalam kits aerodinâmicos mais eficientes, colocam freios mais fortes, trocam o sistema de exaustão, adicionam diferenciais limitados e deixam o visual bem instigante. Já os GR Sport são mais perfumarias: mexem no visual do carro e, no máximo, no kit aerodinâmico. Ainda tem as GR Parts, o “menu à la carte” pra quem quiser personalizar a caranga por conta própria.

Por enquanto, só o Yaris está no nível GRMN. No Japão, todos os outros modelos (Prius, Harrier, Mark X, Voxy e Noah) ganharam um trato GR Sport. No meio termo está o GT86, com o pacote GR Series. Ou seja, mantiveram o motor boxer 2.0 de 200 cv, mas equiparam ele com um kit aerodinâmico melhor, amortecedores da Sachs, rodas forjadas da Rays, pinças de freio com seis pistões na frente e quatro atrás, um novo escape, diferencial torsen e bancos Recaro. É possível que essas mudanças tenham gerado algum ganho natural de potência, mas isso não foi revelado.

Toyota Mark X GR Sport

Toda essa novidade que enche os entusiastas de orgulho, infelizmente, está restrita ao Japão (com exceção do Yaris GRMN, que vai para a Europa também). Mas a Toyota já disse que quer expandir essa linha para outros mercados. Seria sonho demais achar que o Brasil tá nessa lista?