Enquanto no brasil algumas o Chevrolet Onix não recebe muitas novidades, no méxico o sedã ganhou uma versão “esportiva” que inclui até teto solar. Por lá, a GM encerrou a produção do Onix Plus que vai ser diretamente importado da fábrica de Sandong, na China. 

A renovação do Onix 2023 para o mercado mexicano foi profunda em alguns quesitos. O sedã ganhou novos motores que o deixaram completamente diferente do modelo anterior. O design é aparentemente o mesmo, mas entre as versões tivemos algumas mudanças que tiraram o Onix Premier de linha.

A principal novidade fica por conta da nova opção no portfólio chamada Premier Redline. O modelo mais exclusivo conta com rodas aro 16, nova grande, interior com bancos em duas cores, detalhes pretos, volante com design esportivo revestido de couro, além do pacote de conexão com central de 8 polegadas com bluetooth, Wi-Fi 4g, OnStar e projeção do smartphone na tela. 

A versão topo de linha ainda soma a câmera de ré e sensores traseiros de estacionamento. Vale lembrar que todas as versões à venda têm freios ABS, controle de estabilidade e seis airbags.

Talvez a grande mudança seja a alteração dos motores que mecanicamente não receberam novidades, apenas foram alterados entre o modelo/versão. O Onix vendido no méxico tinha o mesmo motor da Tracker Premier nacional,  1.2 turbo de 130 cv. Mas agora, está equipado com o 1.0 turbo de 116 cv, presente no Onix Premier Redline e LT, com câmbio automático de seis marchas ou manual de cinco.

Já as versões de entrada, LS.,recebem um novo motor 1.3 aspirado capaz de gerar 101 cv. Esse conjunto tem a opção de ser combinado com um câmbio manual de cinco marchas ou com o automático de seis marchas.

Divulgação/Chevrolet